Segurança

Homem que roubava idosas é condenado a 15 anos em Armazém

O ladrão de 28 anos atuava em Gravatal e Armazém

Foto: Divulgação

Um homem de 28 anos foi condenado a mais de 15 anos de prisão por efetuar roubos e furtos à idosas de Gravatal e Armazém. Os crimes foram registrados em julho de 2018 e investigados pela Polícia Civil das cidades. O Poder Judiciário julgou o caso e condenou o ladrão.

Em julho de 2018 ocorreram uma série de furtos e roubos contra senhoras de meia idade moradoras de Gravatal e Armazém. Os crimes aterrorizaram as pacatas cidades do interior. Um homem utilizava uma moto para praticar os crimes. Ele roubava e furtava bolsas de senhoras com idades de 41, 42, 48, 52, 55 até 67 anos. As vítimas eram atacadas principalmente quando se deslocavam para o trabalho ou no retorno para suas residências.

Uma força-tarefa foi montada para investigar os crimes, a qual envolveu as Polícias Civil e Militar de Gravatal e Armazém. Cada crime foi investigado minuciosamente, montando-se um quebra-cabeças de cada caso. Durante as investigações foi possível a obtenção de imagens de locais dos crimes e recuperação de diversos celulares roubados.

Identificou-se o autor dos crimes como sendo um homem de 28 anos, morador do interior do município de Armazém. O homem foi preso preventivamente na época dos fatos e em sua casa foram encontrados diversos elementos de prova que comprovaram a autoria dos crimes investigados.

Os processos tramitaram no Poder Judiciário e no Ministério Público da Comarca de Armazém. O homem foi condenado por roubo e furto qualificado em todos os inquéritos instaurados em Gravatal e Armazém. Ao todo foram cinco vítimas de Gravatal, uma de Armazém, além de uma última vítima de Tubarão (cujo inquérito ainda tramita cidade azul, onde o criminoso também pode ser condenado).

O homem já era conhecido pela prática de crimes contra o patrimônio contando com vários antecedentes policiais. As penas somadas podem chegar até 15 anos de reclusão.

Notícias Relacionadas

Pedreiro de cemitério condenado por enriquecimento ilícito e venda casada de serviços em Urussanga

Os fatos aconteceram entre 2010 e 2012, quando o homem era responsável pela gestão do Cemitério Municipal de Urussanga

Motorista que passeava por Garopaba com CNH falsa é condenado a 3,6 anos de reclusão

O documento tinha a foto dele, mas o nome era de outra pessoa. Na delegacia, os policiais descobriram a verdadeira identidade do réu e constataram que havia contra ele um mandado de prisão em aberto, por roubo tentado.

Ladrão escala parede de 1,80m para furtar casa em Lauro Müller

Foram roubados perfumes e cremes do local. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar por volta das 21h desta quarta-feira (31).

Ladrão é preso dentro de ônibus após furtar celular em hotel de Urussanga

A prisão aconteceu em frente ao posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) na SC-108, em Cocal do Sul.