Geral

IBGE treina equipes para realização do Censo Agro 2017 na região

IBGE treina equipe para realização do Censo Agro 2017

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

A coleta do Censo Agro 2017, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, iniciará em outubro. Para garantir a qualidade e o padrão das informações coletadas, as equipes têm passado por treinamentos, como é o caso dos Postos de Coleta de Orleans e Braço do Norte.

Um agente censitário e quatro agentes supervisores passam pela qualificação em Orleans e um agente censitário e três agentes supervisores em Braço do Norte. Ela ocorrerá nesta semana, de segunda-feira (11) a sábado (16). Os instrutores são Thiago Bitencourt, da Subárea Orleans, e Jose Marcos Mozer, da equipe de Geociências da Unidade Estadual de Santa Catarina.

Nesta terça-feira (12), estiveram em Orleans Alceu José Vanzella, chefe da Unidade Estadual de Santa Catarina, Gilmar Orsi, coordenador operacional do Censo Agro, e José Carlos Jesus de Oliveira, da Supervisão de Pesquisas Agropecuárias da Unidade Estadual do Rio de Janeiro. Eles foram recepcionados pelo coordenador de Área do Censo Agro, Patrik Dagostim Costa, e pelo coordenador da Subárea Orleans, Thiago Bitencourt.

Para o período de 25 a 28 de setembro, está programado o Treinamento dos Recenseadores. “A equipe que está sendo treinada esta semana repassa o treinamento para os recenseadores dos municípios que estarão vinculados ao posto de coleta. Serão dois treinamentos, um em Orleans e outro em Braço do Norte”, explicou Patrik.

IBGE treina equipe para realização do Censo Agro 2017, em Orleans e Braço do Norte

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

O Censo Agro 2017 envolverá um contingente de 27 mil colaboradores em todo o País, que serão treinados em cadeias sucessivas. Para garantir a qualidade da transmissão dos conteúdos de uma cadeia para a outra, irá utilizar novas tecnologias, metodologias e ferramentas.

O Posto de Coleta Orleans é responsável pelos dados dos municípios de Orleans, Lauro Müller e Urussanga. Já o Posto de Coleta Braço do Norte compreende Braço do Norte, São Ludgero, Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima e Grão Pará.

De outubro de 2017 a fevereiro de 2018, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE vai a campo para conhecer as características e a produção de todos os estabelecimentos agropecuários do território brasileiro. Os resultados do Censo Agropecuário, Florestal e Aquícola constituem na maior fonte de consulta sobre a realidade rural brasileira, servindo de base para estudos, análises, projeções para o futuro do País, bem como na organização de políticas públicas para o setor rural.

Por meio da pesquisa é possível, ainda, agregar e analisar diferentes recortes territoriais, como unidades de conservação ambiental, terras indígenas, bacias hidrográficas, biomas, assentamentos fundiários, áreas remanescentes de quilombos etc..

Dimensões

Percorrer por inteiro a área rural de um país como o Brasil, com cerca de oito milhões de quilômetros de um território heterogêneo e, muitas vezes, de difícil acesso, é uma tarefa que envolve grandes números.

Veja a seguir alguns dos números que mostram as dimensões do Censo Agropecuário 2017:

Universo recenseado: todo o Território Nacional

Número de municípios: 5.570

Número de estabelecimentos: cerca de 5,3 milhões

Número de setores censitários: 127.352

Unidades executoras: 27 Unidades Estaduais, 531 agências, 1.384 postos de coleta informatizados e 865 subáreas

Pessoal contratado e treinado: cerca de 19 mil recenseadores, que farão a coleta, e quase 7.500 analistas e agentes responsáveis pela supervisão, suporte de informática e área administrativa

Orçamento: aproximadamente R$ 770,3 milhões

Notícias Relacionadas

Royalties do petróleo: STF reconhece que IBGE usou critérios ilegais para traçar a projeção marítima da costa de SC

Desde a década de 1990, diferentes procuradores do Estado atuaram no processo, além de servidores da própria PGE e de outros órgãos públicos estaduais, o que evidencia um trabalho coletivo que vai beneficiar todos os catarinenses.

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

IBGE inicia a Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017/2018 na região

A POF é o levantamento mais detalhado sobre os padrões de consumo dos brasileiros. Baseado nessa pesquisa, o IBGE atualiza a cesta de itens do Índice de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA.

Santa Catarina tem a menor taxa de desocupação do país em junho, aponta IBGE

Ainda segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), Santa Catarina se mantém com o menor percentual de pessoas na informalidade.