Saúde

Idosa superou Covid após 82 dias na UTI: “A própria medicina diz que sou um milagre”

Lourdes Inês Lessa Schmitz, de 66 anos, diz para as famílias dos pacientes internados erguerem a cabeça e apoiarem os enfermos

Divulgação

Lourdes Inês Lessa Schmitz, de 66 anos, sentiu cansaço e dores nas pernas em novembro de 2020. Ao fazer exames, recebeu a notícia que testou positivo para Covid. Seu pulmão estava muito comprometido e ela precisou de internação no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó. Após 82 dias na UTI, com altos e baixos, ela recebeu alta em fevereiro. Agora, aos poucos, Lourdes recupera suas funções e retorna a sua rotina.

— Eu sou uma sobrevivente. Eu vim para casa sem movimentar nem um dedo, em uma maca. Hoje, após 26 dias que eu estou em casa, já estou me alimentando sozinha, indo no banheiro, andando com andador. Tudo isso graças a minha família, meus amigos e pessoas que eu nem conheço que rezaram por mim — conta Loudes emocionada.

Durante o tempo em que ela estava na UTI, seus familiares receberam um ligação dos médicos contando que eles tinham feito tudo o que era possível e agora era o momento de esperar. Lourdes, porém, começou a se recuperar e conseguiu a alta para ir para o quarto.

Nos dias que se passaram, a moradora de Chapecó precisou aprender a comer e a andar novamente. Hoje, atividades simples, como dobrar a roupa ou fazer uma salada, são motivo de orgulho e emoção para Lourdes. 

— A alegria tomou conta da casa de novo e todo mundo está me ajudando. Só tenho que agradecer e dizer a todos: Deus existe, se não eu não estaria mais aqui — se emociona.

Lourdes é muita grata aos médicos, enfermeiros e todos os profissionais da saúde que a atenderam e ainda atendem. Depois de passar 82 dias na UTI e sobreviver, ela faz um apelo aos familiares que estão vivendo o mesmo neste momento de colapso na saúde de Santa Catarina: 

— Não desanimem, ergam a cabeça, deem o braço para o familiar que está passando por isso — finaliza Lourdes.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Em agenda na capital, prefeito garante mais de R$ 600 mil de recursos para Cocal do Sul

Nesta terça-feira, dia 13, Fernando de Fáveri esteve na capital em busca de pleitos ao município

Legislativo: Vereador Nél propõe que ele e Gaguinho doem três meses de salário ao hospital

Enquanto o presidente falava, o vereador Ronaldo prontamente respondeu: "Fechado". Alegando "questão de ordem", ele tentou fazer uso da palavra, mas sem sucesso

Vereadores de Lauro Müller denunciam perseguição, assédio e pagamento de gratificação indevida

Em sessão acalorada, vereadores de oposição explanaram sobre fatos envolvendo o Poder Executivo e cobraram justificativa

Menino de 12 anos golpeia pai com facão para defender mãe de agressão no Oeste de SC

Segundo a polícia, o pai do adolescente chegou bêbado em casa e tentou agredir a esposa