Geral

Idoso cai no golpe do dinheiro ‘benzido’ e perde R$ 1,5 mil em Tubarão

Mulher o abordou em frente a sua casa dizendo que estava entregando brindes de uma igreja.

Foto: Divulgação

Um idoso de 74 anos foi vítima de um golpe e teve a quantia de R$ 1,5 mil furtados de sua residência. Fato ocorreu nesta segunda-feira, 1º, no bairro São Bernardo, em Tubarão.

Segundo a polícia militar, o idoso teria ido a uma agência bancária no centro da cidade sacar o dinheiro e ao retornar para casa, foi abordado por uma mulher que estava em frente da residência, em um veículo Fiat/Elba.

Ela informou que estava entregando brindes de uma igreja, e logo foi entrando na casa.

A mulher perguntou se o idoso tinha dinheiro, que iria benzer. A golpista pegou o dinheiro da vítima, colocou dentro de uma camisa e informou que iria deixar em cima do guarda roupas, e logo saiu da residência.

Em seguida, o idoso foi verificar se o dinheiro estava enrolado na camisa e percebeu que havia sido furtado. Diante dos fatos a guarnição lavrou um Boletim de ocorrência.

Com informações do site HC Notícias

Notícias Relacionadas

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Levantamento mostra que 45% dos beneficiários do PIS/PASEP vão usar dinheiro extra para pagar dívidas em atraso

Para SPC Brasil, medida é importante para que o cidadão consiga sanar pendências e recuperar crédito no mercado. Cerca de14% dos brasileiros ainda não sabem se têm direito ao benefício

Jovens de 11 e 12 anos dão uma facada em idoso durante roubo em Sangão

A vítima de 60 anos foi levada para o hospital. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar por volta das 16h50 deste domingo (20).

Tribunal de Justiça alerta para golpe de precatórios que registra 20 vítimas no Estado somente em 2020

Com os dados dos credores, uma quadrilha liga ou manda mensagem pelo aplicativo WhatsApp apresentando-se como funcionário do advogado da vítima, servidor do TJSC ou especialista que promete antecipar o pagamento mediante um depósito pelo serviço.