Norte

Imagens de satélite mostram fumaça e destruição de incêndio florestal no Norte de SC

O incêndio atingiu a vegetação dos Campos do Quiriri, que abrange os municípios de Joinville, Garuva e Campo Alegre

Divulgação

A fumaça causada pelo incêndio florestal que atingiu o Norte de Santa Catarina na terça-feira, 13, pôde ser captada por satélite. Kléber Trabaquini, pesquisador da Epagri/Ciram e doutor em sensoriamento remoto, mostra que as imagens de satélite podem ser utilizadas para mensurar a área afetada pelo fogo.

O incêndio atingiu a vegetação dos Campos do Quiriri, que abrange os municípios de Joinville, Garuva e Campo Alegre. Na manhã da quarta-feira, o fogo foi controlado por bombeiros militares e comunitários, mas já havia deixado um rastro de destruição, conforme mostram as imagens.

Kleber explicou que as imagens tratadas por ele foram captadas pelo Sentinel-2, um satélite europeu de observação da Terra. O Ciram é unidade de pesquisa da Epagri, especializada em monitoramento ambiental, e vem trabalhando com imagens de satélite para mapear com precisão áreas de cultivo de arroz e maçã em Santa Catarina. Uva e cebola estão na lista das cadeias produtivas a serem mapeadas por sensoriamento remoto pela Epagri/Ciram.

 

Notícias Relacionadas

Vacinação em SC: Estado recebe 220 mil doses da vacina contra a Covid-19

As vacinas serão destinadas à vacinação da população em geral por faixa etária e à vacinação dos grupos prioritários que ainda vacinados.

Homem de 90 anos já assistiu mais de 50 nevadas em SC; veja registros

Viterbo Souza Oliveira lembra da primeira grande precipitação de neve, em 1946, com acúmulo de cerca de 30 centímetros.

Motorista morre afogado após carro cair de ponte em São Ludgero

Acidente ocorreu no início da madrugada deste sábado (31); vítima ficou presa ao cinto de seguranças.

Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha

O custo de 100 kilowatt-hora permanece em R$ 9,492.