Saúde

Imunização em Tubarão depende da ordem de chegada das vacinas

Divulgação

O envio de quantidades pequenas de vacinas contra a Covid-19 a partir do Governo Federal e na sequência pelo Governo do Estado faz com que o município de Tubarão não tenha como organizar e cumprir um calendário vacinal. Dessa maneira, a aplicação das doses depende da ordem da chegada das vacinas.

Até agora a Fundação Municipal de Saúde já imunizou cerca de 4.500 pessoas, entre profissionais da área da Saúde, idosos residentes em instituições de longa permanência, e grupos de idosos com mais de 90 anos e com idades entre 85 a 89 anos. Nesta quarta-feira (3), acontece mais uma etapa de imunização no formato drive-thru no estacionamento do Farol Shopping, das 9 às 16 horas, para profissionais de Saúde com mais de 40 anos de idade e que ainda estão na ativa.

De acordo com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde Daisson Trevisol, a logística de vacinação no município é organizada e divulgada apenas no momento da chegada das doses.

“A vacinação segue a ordem da chegada das vacinas. Conforme as doses chegam, mesmo que em quantidades pequenas, nós vamos atendendo os grupos prioritários. Toda semana nós divulgamos novas informações sobre a campanha de vacinação. Nós nunca divulgamos informações antecipadamente sem ter as doses. Então, não temos calendário de datas e idades específicas”, esclarece Daisson.

A vacinação de idosos com idade entre 80 e 84 anos depende da chegada de mais doses, o que pode acontecer nos próximos dias.

Ainda nesta terça-feira (2), a prefeitura de Tubarão formalizou a intenção de aderir ao consórcio público liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para a possível aquisição de vacinas contra a Covid-19, além de medicamentos e outros insumos. Somente no primeiro dia da iniciativa mais de 100 prefeituras manifestaram interesse em participar do consórcio.

Notícias Relacionadas

Em agenda na capital, prefeito garante mais de R$ 600 mil de recursos para Cocal do Sul

Nesta terça-feira, dia 13, Fernando de Fáveri esteve na capital em busca de pleitos ao município

Legislativo: Vereador Nél propõe que ele e Gaguinho doem três meses de salário ao hospital

Enquanto o presidente falava, o vereador Ronaldo prontamente respondeu: "Fechado". Alegando "questão de ordem", ele tentou fazer uso da palavra, mas sem sucesso

Vereadores de Lauro Müller denunciam perseguição, assédio e pagamento de gratificação indevida

Em sessão acalorada, vereadores de oposição explanaram sobre fatos envolvendo o Poder Executivo e cobraram justificativa

Menino de 12 anos golpeia pai com facão para defender mãe de agressão no Oeste de SC

Segundo a polícia, o pai do adolescente chegou bêbado em casa e tentou agredir a esposa