Segurança

Incendiário, estupradores e latrocidas são denunciados pelo Ministério Público

Após denúncia do Ministério Público, acusados devem apresentar a defesa prévia.

Jovem de 20 anos é acusado de ter ateado fogo contra ônibus, em Criciúma

Foto: Divulgação/PM

Três casos de repercussão nos últimos meses na região tiveram denúncias oferecidas pelo Ministério Público. Nesta semana, a 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Criciúma encaminhou à Vara Criminal a denúncia contra o jovem de 20 anos, acusado de ter ateado fogo contra um ônibus, no bairro Vida Nova, no início deste mês.

O rapaz foi denunciado pelos crimes de incêndio, atentado contra a segurança de meio de transporte, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores. O criminoso continua detido e, assim que o Judiciário acatar a denúncia, deverá ser citado para apresentar a defesa prévia.

Os dois apontados como autores do latrocínio que vitimou Ana Edwiges Colonetti, conhecida como Lila, em Içara, também foram denunciados pelo Ministério Público. Os dois homens, de 22 e 31 anos, foram indiciados pelo crime de latrocínio pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Içara. O mais novo foi preso no início do mês durante operação da Polícia Civil, na Grande Florianópolis.

A 2ª Promotoria de Justiça também denunciou os dois apontados como autores do duplo estupro ocorrido na orla de Balneário Rincão. Os dois homens, de 25 e 22 anos, foram denunciados pelo Ministério Público pelos crimes de estupro, roubo e constrangimento ilegal. Eles também aguardam a citação para a apresentação da defesa prévia.

Com informações do Portal DN Sul

Notícias Relacionadas

Seis são presos acusados de participação em latrocínio em Treze de Maio

Idosa é estuprada após assalto, em Timbé do Sul

Moradora é morta a facadas e R$ 5 mil são roubados, em Forquilhinha

Jovem é vítima de latrocínio em Treze de Maio e tem sonho interrompido pelo crime