Geral

Indústria de transformação de SC gera 24,5 mil vagas no bimestre

O resultado no período é o maior desde o início da série histórica, iniciada em 2002, mostram os dados do Caged, divulgados pela Fiesc.

Foto: Divulgação

Nos dois primeiros meses de 2019, a indústria de transformação de Santa Catarina criou 24,5 mil vagas de emprego, mostram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).

O desempenho no período é o maior desde o início da série histórica, iniciada em 2002. Entre os segmentos que puxaram o resultado estão o têxtil e o vestuário (7.946 vagas), produtos alimentícios (2.945 vagas) e madeira e mobiliário (2.349 vagas).

No comparativo com os meses de fevereiro dos sete anos anteriores (2012-2018), percebe-se que fevereiro de 2019 teve desempenho inferior aos dois últimos anos, mas foi favorecido pelo desempenho de janeiro deste ano, o que fez que com que a atual conjuntura tenha o maior resultado para um bimestre de toda a série histórica.

Com informações do site DNSul

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Produtor do melhor mel do mundo, Santa Catarina prevê safra acima da média em 2020

Santa Catarina tem uma série de fatores que, naturalmente, favorecem o cultivo de um mel diversificado e até mais puro.

Cidasc alerta que comércio ambulante de mudas em Santa Catarina é proibido e deve ser denunciado

Essa proibição tem como objetivos, evitar a introdução de novas pragas no estado, bem como garantir a idoneidade das mesmas, contribuindo para o aumento da produtividade e da competitividade do setor agrícola catarinense.