Geral

INSS libera consulta ao 13º; confira calendário de pagamento

Primeira parcela começa a ser paga a partir do dia 25 de abril a aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios

Divulgação

Aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) já podem consultar quanto vão receber na primeira parcela do 13º salário, que começa a ser paga a partir do dia 25 de abril.​

A consulta ao valor é feita por meio do aplicativo ou site Meu INSS e, desde esta quinta-feira (14), está disponível para todos os segurados. O adiantamento do 13º cairá na conta juntamente com o benefício mensal do mês de abril. O calendário vai de 25 de abril a 6 de maio. O pagamento é feito conforme o final do número de benefício, sem considerar o dígito verificador.

A gratificação natalina é paga em duas parcelas, no meio do ano e no final do ano, mas tem sido adiantada desde o ano de 2020, como estratégia para diminuir os efeitos econômicos da pandemia de coronavírus. Em 2021, o governo também adotou o adiantamento, como faz agora, ano em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) pretende concorrer à reeleição.

Como fazer a consulta?

Para sabe quanto vai receber de 13º, de benefício mensal e saber em que dia exato o dinheiro deverá cair na conta, o aposentado precisa ter senha de acesso ao Meu INSS.

Em nota, o instituto informou que “o extrato de pagamento do 13º e do benefício já está disponível para todos os segurados pois a folha já foi gerada e os valores, disponibilizados”. Segundo o órgão, ainda não é possível ver o valor provisionado na conta bancária.

Pelo site:

1 – Acesse www.meu.inss.gov.br

2 – Na página inicial, vá em “Entrar com gov.br”

3 – Depois, informe o CPF e clique em “Continuar”

4 – Na página seguinte, digite a senha e vá em “Entrar”

5 – Na página inicial, clique em “Extrato de Pagamento”

6 – Aparecerão dois valores: os que foram pagos na competência de março, cujo status estará como “Pago”, e os que serão pagos em abril

7 – Clique na seta ao lado do pagamento de abril, que o extrato será aberto

8 – O segurado poderá consultar: o valor do benefício (código 101), o valor do 13º salário (código 104), empréstimo consignado, se houver, arredondamentos necessários, agência em que o benefício está vinculado e a data em que o valor estará disponível

9 – É possível gerar o PDF, clicando no final da página em “Baixar PDF”

Pelo aplicativo:

1 – Abra o app Meu INSS

2 – Clique em “Entrar com gov.br”

3 – Informe o CPF e vá em “Continuar”, depois, digite sua senha e vá em “Entrar”

4 – O programa perguntará se quer registrar o aparelho para receber notificações, escolha “Não permitir” ou “Permitir”

5 – Na página inicial, vá em “Extrato de pagamento”

6 – Clique na seta ao lado do pagamento de abril, que o extrato será aberto

7 – O segurado poderá consultar: o valor do benefício (código 101), o valor do 13º salário (código 104), empréstimo consignado, se houver, arredondamentos necessários, agência em que o benefício está vinculado e a data em que o valor estará disponível

8 – É possível gerar o PDF, clicando no final da página em “Baixar PDF”

Pagamento começará no próximo dia 25

Ao todo, 31,6 milhões de beneficiários do INSS têm direito ao 13º. Atualmente, o instituto paga benefícios a 36 milhões de cidadãos, mas nem todos recebem a gratificação natalina.

Segundo o calendário, terão o benefício primeiro os segurados que ganham um salário mínimo (R$ 1.1212), depois, é a vez de quem ganha valores acima do mínimo até o teto, de R$ 7.087,22 neste ano.

Veja o calendário da primeira parcela do 13º do INSS

Para quem ganha o salário mínimo (R$ 1.212)

Final do benefício – Data de depósito

1 – 25/abr

2 – 26/abr

3 – 27/abr

4 – 28/abr

5 – 29/abr

6 – 02/mai

7 – 03/mai

8 – 04/mai

9 – 05/mai

0 – 06/mai

Para quem ganha acima do salário mínimo

Final do benefício – Data do depósito

1 e 6 – 02/mai

2 e 7 – 03/mai

3 e 8 – 04/mai

4 e 9 – 05/mai

5 e 0 – 06/mai

Segunda parcela será liberada entre 25 de maio e 6 de junho

A segunda parcela do 13º será paga também de forma adiantada, a partir do dia 25 de maio, juntamente com o benefício do mês. A ordem de pagamento é a mesma: ocorre conforme o número final do benefício, sem o dígito, e são pagos primeiros os segurados que recebem o salário mínimo e, depois, os que ganham mais.

A antecipação do pagamento do 13º foi liberada por meio de decreto assinado por Bolsonaro no dia 17 de março. A medida faz parte do Programa Renda e Oportunidade, que inclui ainda, ampliação na margem do crédito consignado e criação do empréstimo para Auxílio Brasil e BPC.

Ao todo, serão injetados cerca de R$ 56,7 bilhões na economia, mas não há impacto orçamentário, já que os valores eram previstos para ser pagos de qualquer forma neste ano.

Veja o calendário da segunda parcela do 13º do INSS

Para quem ganha o salário mínimo (R$ 1.212)

Final do benefício – Data do depósito

1 – 25/mai

2 – 26/mai

3 – 27/mai

4 – 30/mai

5 – 31/mai

6 – 01/jun

7 – 02/jun

8 – 03/jun

9 – 06/jun

0 – 07/jun

Para quem ganha acima do salário mínimo

Final do benefício – Data do depósito

1 e 6 – 01/jun

2 e 7 – 02/jun

3 e 8 – 03/jun

4 e 9 – 06/jun

5 e 0 – 07/jun

Antecipação começou no início dos anos 2000

A antecipação sempre foi uma reivindicação dos aposentados, o que fez com que, desde 2006, a liberação da primeira ocorresse no primeiro semestre, sempre por meio de decreto presidencial. Lula, Dilma, Temer e Bolsonaro assinaram decretos com o adiantamento.

Em 2019, porém, a lei que regulamentou a reforma da Previdência garantiu a antecipação da primeira parcela do benefício sempre no mês de junho sem nenhuma necessidade de decreto. A segunda cota, porém, seguirá sendo paga no segundo semestre, junto com o benefício de novembro.

Mas, em 2020 e 2021, a pandemia levou ao pagamento ainda no primeiro semestre. No ano passado, o 13º foi pago a 30,7 milhões de beneficiários, injetando R$ 23,7 bilhões na economia em cada lote de pagamento.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Morte de morador de rua em dia de frio intenso será investigada em SC

Ministério Público e Polícia Civil aguardam laudo com a causa da morte de Agnaldo Rosa, de 47 anos

Quadrilha é presa por roubo no bairro Comerciário em Criciúma

Crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira, 20

Onda de frio intenso com temperaturas perto de 0ºC seguirá em SC durante o fim de semana

Apesar de a massa de ar frio intenso permanecer sobre o Estado, sensação térmica deve ser mais agradável nos próximos dias

Homem saca arma e tenta matar namorado de ex durante acerto de contas em SC

O rapaz de 25 anos foi atingido na perna esquerda e encaminhado ao hospital