Economia

Investimentos de mais de R$ 138 milhões em obras da Casan são anunciados para a região da Amurel

Foto: Divulgação/Eduardo Valente

Durante evento do programa Santa Catarina Levada a Sério + Perto de Você, realizado nesta nesta sexta-feira, 26, em Tubarão, o governador Jorginho Mello anunciou investimentos que ultrapassam os RS 138 milhões, por meio da Casan, em água e esgoto para municípios da região de Laguna, integrantes da Amurel. O ato do Governo do Estado contou com a presença do diretor-presidente da Companhia, Laudelino Bastos, prefeitos da região, deputados e autoridades locais.

“Precisamos garantir um serviço de excelência na distribuição de água e tratamento de esgoto em todo o estado, nos municípios onde a Casan atua. Vamos investir cada vez mais na Companhia porque essa é a nossa função, atender lá na ponta, que é o cidadão que paga pelos serviços”, destacou Jorginho Mello.

Investimentos da Casan em Braço do Norte

Braço do Norte é um dos municípios que vai contar com investimentos da Casan. A maior das obras na cidade é a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da cidade. Ao todo, serão 33 km de rede coletora, representando um aumento no percentual de atendimento de 26% para 45% de cobertura. O valor previsto será de R$ 24 milhões. Também foram anunciadas obras de ampliação e melhoria operacional da rede de esgoto, com investimento anual de R$ 600 mil.

O presidente da Casan, Laudelino Bastos, informou que os investimentos anunciados já tiveram os recursos garantidos. “Estamos correndo para garantir essa melhora no abastecimento de água pra hoje. Temos um plano de ação e nossa equipe está organizando todos os investimentos da companhia”, reforçou o presidente Laudelino Bastos.

No setor da água, a Casan vai ampliar a Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade. Somada à já existente, a nova estação terá uma capacidade total de tratamento de 125 L/s. O custo da obra é de R$ 11,2 milhões, com prazo de execução para junho de 2024. Outra melhoria divulgada é a da instalação de uma adutora de água bruta de 1,04 km de extensão, no valor de R$ 1,4 milhão.

Completam a lista das obras em Braço do Norte um incremento de 1,7 milhão de litros de água na reservação, com custo previsto de R$ 3 milhões, e um investimento anual de R$ 800 mil para ampliação e melhoria operacional na rede de água.

Projetos para Laguna

Laguna é outro município contemplado com três grandes obras previstas. São elas, a construção de uma ETA com vazão de 200 L/s, a ampliação e melhoria da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) para atingir 85% de cobertura e a instalação de um emissário de efluente tratado com extensão terrestre e subaquática. Juntos, esses projetos somarão R$ 65 milhões de investimento previsto.

A cidade terá também um aumento de 3,6 milhões de litros na reservação de água no valor de R$ 7,4 milhões, a perfuração de dois poços com investimento previsto anual de R$ 600 mil, e obras de ampliação e melhoria operacional das redes de água (R$ 1 milhão ao ano) e de esgoto (R$ 1,8 milhão ao ano).

Investimentos em outros municípios

Em Armazém, o projeto do SES do município tem investimento da Casan orçado em R$ 14,5 milhões. Em atividade, o sistema terá cobertura de 60% da cidade, com ligações em 992 unidades e vazão de 15 L/s. Ainda foram anunciadas em Armazém obras de ampliação e melhoria da rede de água com investimento de R$ 500 mil ao ano e um aumento da reservação de água de 500 mil litros, no valor de R$ 1,1 milhão. Incrementos similares vão acontecer em Pescaria Brava, com a adição de 750 mil litros no valor de R$ 982 mil, e em Treze de Maio, com mais 300 mil litros ao custo de R$ 857 mil.

Por fim, a Casan anunciou a perfuração de poços nas cidades de Pescaria Brava e Treze de Maio, com dois poços cada uma, e de Santa Rosa de Lima e São Martinho, com um poço cada uma. Obras de ampliação e melhoria operacional da rede de água vão acontecer nos municípios citados e também na cidade de Rio Fortuna. Somando os valores de investimentos de todos os municípios da AMUREL, a CASAN fará um investimento total de R$ 62,3 milhões no setor de água e R$ 75,9 milhões no de esgoto.

Notícias Relacionadas

Cerca de metade dos pontos analisados estão próprios para banho no Litoral catarinense

Operação “Estação Inverno Santa Catarina” será lançada no Estado

Balneabilidade: mais de 70% dos pontos analisados estão próprios para banho no Estado

Preço do diesel não deve sofrer reajuste em Santa Catarina