Geral

Investimentos do MDR em Santa Catarina já somam R$ 150 milhões em 2019

Nesta sexta-feira (20), ministro Gustavo Canuto inaugurou ponte Osvaldo Beltramini, em Ibirama, e assinou convênios para recuperação de barragem em José Boiteux.

Divulgação

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) já investiu R$ 150 milhões no estado de Santa Catarina em 2019. Os recursos da União foram aplicados em diversas iniciativas nas áreas de saneamento, segurança hídrica, defesa civil, desenvolvimento regional, mobilidade urbana e habitação. Nesta sexta-feira (20), em agenda nos municípios de Ibirama e José Boiteux, o ministro Gustavo Canuto destacou parte das ações.

“Já investimos aqui no estado efetivamente R$ 150 milhões e entregamos 16 empreendimentos. O Governo Federal está presente na região Sul e está presente em Santa Catarina. Na área de habitação de interesse social, por exemplo, foram entregues mais de dez mil casas este ano e há 7.400 contratadas. São investimentos robustos no Sul do País”, afirmou o ministro.

Entre os investimentos feitos pelo Governo Federal em Santa Catarina está a ponte Osvaldo Beltramini, em Ibirama, inaugurada nesta sexta-feira (20). Com 100 metros de extensão, a ponte faz a ligação das ruas Marcílio João da Silveira e Bela Vista com a Rua Leopoldo Monich, permitindo o deslocamento de pessoas e o escoamento da produção agrícola na região. A ponte fornecerá apoio logístico às cadeias produtivas em áreas rurais do município e vai aproximar diversas comunidades da área central da cidade.

“Foram R$ 5,5 milhões em investimentos, sendo mais de R$ 1 milhão neste ano. Onde antes só havia uma passarela para pedestres, agora há uma ponte que possibilita trânsito mais seguro para a população e mais oportunidades de desenvolvimento”, acrescentou Gustavo Canuto.

Barragem Norte

No município de José Boiteux, o ministro assinou dois convênios que somam R$ 20,9 milhões para promover ações de reparação de toda a estrutura física e operacional da Barragem Norte e a construção do canal extravasor do vertedouro da barragem. Estas ações, em parceria com o Governo do Estado, visam mitigar os impactos da barragem na comunidade indígena Laklãnõ-Xokleng, que vive na região do lago de inundação.

“O canal extravasor será fundamental para impedir as inúmeras perdas nas plantações causadas pelas cheias na região. É uma maneira de amortecer a água e espalhá-la para que não cause danos à terra dos indígenas”, explicou o ministro.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, destacou a importância da barragem para a contenção de cheias na região. “Essa ação do Governo Federal é um ato de responsabilidade que atende a uma antiga demanda do estado. Haverá um estudo de impacto para que a gente possa fazer as interferências e minimizar qualquer dano e tornar a operação segura”, disse.

Considerada a maior barragem de controle de cheias do Brasil e do sistema que protege o Alto Vale do Itajaí contra enchentes, a Barragem Norte tem capacidade de armazenamento de 357 milhões de metros cúbicos de água.

Colaboração: Comunicação Imprensa Ministerio do Desenvolvimento Regional 

Notícias Relacionadas

Braço do Norte: “Estamos dando um salto de 30 a 40 anos de uma só vez”

Prefeito Beto Kuerten Marcelino lançou pacote de obras de mais de R$ 20 milhões para o município

Unibave receberá mais de R$ 1 milhão do Governo de Santa Catarina para concessão de bolsas

Os recursos de bolsas do UNIEDU são assegurados pelo Governo do Estado de Santa Catarina e favorecem a inclusão de jovens no ensino superior com dificuldades de realizar os seus estudos.

Duas apostas de Santa Catarina ganham na Lotofácil e vencedores levam mais de R$ 838 mil cada

Apostadores de Jaraguá do Sul e São Bento do Sul, as duas cidades localizadas no Norte do Estado, são os sortudos da vez.

Agências do Sine de Santa Catarina contam com quase 1,7 mil vagas de emprego abertas

A lista de oportunidades disponíveis pode ser acessada no aplicativo Sine Fácil, disponível para smartphones.