Geral

Irmãos gêmeos que teriam matado estuprador são condenados, em Criciúma

Eles alegaram que a vítima havia tentando molestá-los quando os dois tinham 12 anos

Divulgação

Os dois irmãos gêmeos que haviam matado Ubiratan de Jesus Franco de Castro, de 53 anos, foram julgados em sessão do Tribunal do Júri, no Fórum de Criciúma, nesta quinta-feira, dia 9. Um deles foi condenado a 12 anos de prisão, por ter efetuado os disparos, e o outro, que dirigiu o veículo na fuga, pegou nove anos. O homem foi morto com cinco tiros dentro de casa, no bairro Santa Luzia, em novembro de 2018.

Ambos já estavam presos preventivamente três dias após terem cometido o crime, que foi elucidado pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma. Os autores, que a época tinham 18 anos, alegaram que mataram Ubiratan por este ter tentado molestá-los quando eram crianças.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

PRF recupera veículo roubado e com placas falsas na BR-101, em Criciúma

O motorista conseguiu fugir a pé pelo mato.

Em Criciúma, já são mais de 12 mil vacinados contra o sarampo

Campanha iniciou em outubro de 2019 e foi entendida até 31 de agosto deste ano

Classificação de risco para o coronavírus cai de grave para alto em Criciúma

Mudança mostra que situação melhorou em relação à pandemia e novas flexibilizações estão permitidas

Acidente de trânsito envolvendo três veículos deixa feridos, em Criciúma

A Polícia Militar e o Samu atuaram na ocorrência registrada próximo ao viaduto do bairro Vila Zuleima.