Esporte

JEC vence o Tubarão na estreia da Copa Santa Catarina

Na primeira partida sob o comando de Vinícius Eutrópio, JEC não teve dificuldade e começou a temporada com o pé direito

Divulgação

Depois de um ano para esquecer, o JEC voltou a campo na tarde desta quarta-feira (13) e deu esperança ao torcedor. Encarando o Tubarão pela estreia na Copa Santa Catarina, o Tricolor não teve dificuldades para começar a temporada com o pé direito. Com gols de Luquinhas, Gustavinho e Alison Mira, o JEC venceu por 3 a 0 no Sul do Estado e saiu na frente na disputa pelo título e pela vaga na Copa do Brasil.

A mudança de treinador trouxe, também, a mudança de comportamento da equipe dentro de campo. Organizado e com setores bem marcados e distribuídos, o JEC apostava nas jogadas mais trabalhadas para abrir espaço e construir as ações ofensivas. Em contrapartida, a jovem equipe do Tubarão tentava com a transição em velocidade pegar o setor defensivo tricolor desprevenido.

Depois de mais de 45 dias sem um jogo oficial e com mudanças no elenco, o Joinville demorou um pouco para se organizar e, nos primeiros 15 minutos, muitas faltas e pouca efetividade. O treinador voltou a pedir para a equipe colocar em campo o que já havia trabalhado nos treinamentos: saída de trás pelo meio e abertura nas laterais para espaçar o campo e facilitar o trabalho no meio e no setor ofensivo. Mas, o time da casa “fechava bem a casinha”.

Tocando bem a bola, o JEC conseguia chegar ao campo de ataque com qualidade e com ótimas atuações de Edson Ratinho e Renan Castro pelos lados do campo. O balde de água fria quase veio aos 24 minutos, em erro do zagueiro Charles, que calçou Paulinho dentro da área. O árbitro sequer hesitou em apontar a marca do pênalti. Na cobrança, Fabian Volpi mostrou que a titularidade não veio à toa. O goleiro caiu no canto certo e evitou o gol tubaronense.

O JEC continuou dominando a partida e não demorou para chegar ao gol. Aos 33, bola na cabeça de Luquinhas e gol. A cobrança de escanteio pela direita ainda contou com a “ajeitadinha” de Gustavinho que tocou para o camisa 7. Sozinho, Luquinhas subiu para colocar a bola na rede.

O Tubarão tentou correr atrás do prejuízo, mas o Joinville conseguiu manter a postura defensiva e ir ao vestiário com vantagem no placar. A volta do intervalo não mudou o panorama da partida. Melhor no jogo, o segundo gol tricolor veio aos 13 minutos.

Em ótima jogada de Alison Mira pela direita, o artilheiro roubou a bola e tocou para Diego na área. O camisa 10 bateu, mas parou no goleiro. A bola voltou nos pés de Diego que viu Gustavinho livre, de frente para o gol. O atacante recebeu e encheu o pé para ampliar o placar.

Faltava o gol do artilheiro e ele veio aos 26 minutos em mais um cruzamento pela direita. Ratinho colocou a bola na área e Alison Mira não desperdiçou. Mesmo marcado, o camisas 9 cabeceou para fechar o placar em Tubarão.

Para o técnico Vinícius Eutrópio, a estreia é sempre difícil e, por isso, a importância do resultado e do fortalecimento do trabalho desenvolvido até aqui. “Cada vitória vale muito porque são poucos jogos. É resgatar a autoestima, a confiança dos jogadores. Fundamental nesse jogo foi a atitude, a competitividade e esse espírito de vitória que estamos implantando na equipe”, ressaltou.

O JEC volta a campo no domingo (17), quando recebe o Concórdia, às 17h, na Arena Joinville.

Notícias Relacionadas

Transmissão de variante brasileira da Covid-19 é identificada em SC, diz UFSC

Após suspeita surgir na última semana, variante foi detectada em três pessoas no Estado; amostras serão enviadas à Fiocruz para parecer oficial

Senado aprova em segundo turno PEC Emergencial

Texto que garante parcelas do auxílio emergencial segue para Câmara

Carro fica destruído após bater em árvore na Beira-mar Norte, em Florianópolis

Motor foi jogado a 60 metros do veículo; condutor estava consciente, sem ferimentos aparentes

Forquilhinha inicia oficinas profissionalizantes visando encaminhar as participantes ao mercado de trabalho