Geral

Jogos educativos são criados por acadêmicos para turminhas do Infantil

Brinquedos já estão divertindo as crianças e trazendo novos momentos de integração

Divulgação/Satc

Unir os conhecimentos dos alunos de engenharia com alegria do brincar da turma do infantil. Foi assim que terminou o projeto de Jogos Educativos, uma parceria entre os cursos de Engenharia da Faculdade Satc e a educação infantil da instituição. O pequeno Olavo Machado Brolesi, 5 anos, não quis saber se deu muito trabalho para as turmas, o que ele queria era brincar. “A gente aprende coisas novas e fica feliz quando joga prô Gi”, comentou o menino.

Brincar é o que eles mais gostam de fazer e a turminha do Infantil IV da Satc não se intimidou diante dos novos brinquedos produzidos pelos estudantes de engenharia. O desafio foi proposto na disciplina de Cálculo IV pelas professoras Daiana Matias Duarte e Silvia Mangilli. “Eles tinham que produzir jogos educativos usando o que foi aprendido em sala”, ressaltou Daiana.

Divulgação/Satc

A iniciativa envolveu as turmas de tal maneira que os alunos se motivaram a criar coisas diferenciadas. “Devíamos produzir um jogo para crianças de 3 a 5 anos usando séries matemáticas. Passamos muito trabalho tentando incluir o conteúdo aprendido na sala de aula nesse projeto, foi necessário fazermos diversas ações para que conseguíssemos”, contou a aluna de Engenharia Elétrica, Thayná Rezende.

Aprender algo diferente e ainda brincar encanta os pequenos. “Nós amamos os jogos. A gente se diverte muito”, afirma Liah Pereira Meller, 5 anos. Trabalhar o lúdico, estimulando o aprendizado e o raciocínio lógico são propostas construídas dentro da educação infantil. “Os jogos despertam muito a criatividade, a vontade e o desejo de buscar, de descobrir, pois as crianças deixam de ser passivas e se tornam ativas do processo de aprendizado”, pondera a professora da turma do Infantil IV Giovana Pagani Daleffe.

Divulgação/Satc

Iniciativa duradoura

O trabalho de unir as teorias com a prática já vem pautando as aulas da professora Daiana há seis semestres. Antes, os brinquedos pedagógicos produzidos eram destinados ao projeto Ciências para Todos, direcionado para escolas públicas e particulares. “Dessa vez, visando selar unir mais a faculdade e o ensino infantil, foi pensado em doar os brinquedos aqui para as crianças”, completou.

A proposta também contempla a plataforma Satc 2030, com aprendizagem que trabalhe e resolva problemas reais, e também o fortalecimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), o 4, que fala em educação de qualidade, promovendo oportunidades de aprendizado ao longo da vida.

Divulgação/Satc

Notícias Relacionadas

Infotech amplia leque de produtos e serviços e inaugura em novo endereço em Orleans

A loja completa, situada na Rua Aristiliano Ramos, alia produtos e serviços para computadores, celulares, tablets e câmeras de videomonitoramento.

Orleans é destaque em São Paulo por incentivo à prática de “jogos da mente”

Professora Eluana Turazzi Moreira, do Centro Educacional Meta, foi homenageada em sessão solene da Câmara de Vereadores da capital paulista na última semana.

Acadêmicos da Faculdade Satc desenvolvem linha graneleira da Librelato

Equipes formadas por alunos de Design e Engenharia Mecânica irão apresentar as propostas

Coronavírus: CBF suspende todos os jogos de competições nacionais

Entidade esportiva seguiu o exemplo de outras ao redor do mundo que buscam evitar o contágio.