Segurança

Jovem de 24 anos morre com suspeita de overdose em Laguna

Ele teria engolido um pacote de entorpecente, que pode ter estourado no estômago e provocado o óbito.

Foto noturna ambulância Corpo de Bombeiros

Foto: Divulgação

Um jovem, de 24 anos, morreu com suspeita de overdose na madrugada deste sábado (28), em Laguna. Ele teria engolido um pacote de entorpecentes durante flagrante policial em abordagem por volta das 3h, para verificar uma denúncia de tráfico de drogas na Travessa Mauro Camilo, no bairro Esperança.

Conforme informações da polícia, seriam comercializadas maconha e cocaína no local. Em deslocamento até a localidade, os policiais avistaram uma intensa movimentação. Ao verem um homem, deram voz de parada. Este, por sua vez, não obedeceu e começou a correr em direção à sua residência.

Na casa, a PM encontrou mais quatro homens, um deles tentando se esconder sobre um guarda-roupas com 175,5 gramas de maconha. Diante dos fatos, os polícias deram voz de prisão por tráfico de drogas. Durante os procedimentos e o trânsito até a delegacia da Polícia Civil para os trâmites necessários, um dos jovens reclamou não estar se sentindo bem e começou a ter convulsões dentro da viatura.

Os policiais acionaram o Corpo de Bombeiros Militares, que encaminharam o rapaz até o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, no centro de Laguna. Conforme a PM, ele teria dado entrada com parada cardiorrespiratória.

Um dos suspeitos se apresentou como irmão do jovem que havia passado mal, e que veio a óbito na unidade de saúde, e disse que o irmão estava sem dormir há três dias, só vendendo drogas. Os envolvidos foram arrolados como testemunha do caso, que será investigado pela Polícia Civil. O corpo do rapaz foi recolhido pelo Instituto Médico-Legal – IML.

Com informações do Portal Notisul

Notícias Relacionadas

Morador de Lauro Müller é baleado durante assalto a ônibus de comerciantes na BR-101; Veja vídeos

Ciclista morre após ser atropelado na SC-285, em Araranguá

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Colisão frontal termina em morte em Balneário Rincão