Giro Estadual

Jovem é preso suspeito de estuprar a irmã de 6 anos em SC

Homem foi liberado do presídio um dia antes do suposto crime contra a criança

Divulgação

Um jovem de 20 anos foi preso suspeito de estuprar a irmã de 6 anos em Rio Negrinho, no Planalto Norte de Santa Catarina. O caso aconteceu no último sábado (18) e o homem foi levado para o Presídio Regional de Mafra na tarde desta segunda-feira (20).

Segundo o delegado Rubens Almeida Passos de Freitas, o suspeito estava preso desde 2019 por roubo e foi liberado do Presídio Regional de Joinville na última sexta-feira. No dia seguinte, ele teria cometido o crime contra a irmã.

Os familiares relataram à polícia que os irmãos estavam sozinhos em casa e o crime foi descoberto após a chegada da mãe, que percebeu um comportamento alterado da menina. Um laudo realizado no mesmo dia comprovou a relação sexual, segundo o delegado.

No sábado, as polícias Civil e Militar deram voz de prisão ao jovem, que negou o crime em depoimento. A menina foi levada para o Hospital Infantil Doutor Jeser Amarante Faria, em Joinville.

O delegado agora vai solicitar o prontuário médico, com os resultados dos laudos, para juntar ao processo e, posteriormente, concluir o inquérito sobre o caso. O jovem pode responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Homem que matou estuprador é condenado a 14 anos de prisão em Criciúma

O crime aconteceu em fevereiro de 2019, quando a vítima foi assassinada a tiros por Y.D.C., à época com 23 anos, no bairro Cristo Redentor, em Criciúma

São Ludgero foi sede da reunião do Colegiado de Educação da Amurel

O evento foi aberto e coordenado pelo Assessor da Amurel, responsável pela área de Educação

Governador Carlos Moisés destaca inovação catarinense durante Circuito Inova SC

O reitor do Unibave, Guilherme Valente de Souza, destacou o momento ímpar vivido pela Acafe e por cada universidade comunitária do Estado

Santa Catarina reduz a cinco meses intervalo para dose de reforço em idosos

A logística de encaminhamento de doses para os municípios tem ocorrido de forma ágil e leva em conta a estimativa populacional do IBGE