Reflexão

Jovens de Içara relatam primeiros momentos de vivência na JMJ

Trigésima quarta edição da Jornada Mundial da Juventude começou oficialmente nessa terça-feira (22) e perdura até domingo (27).

Foto: Bibiana Pignatel / Comunicação Diocese de Criciúma

As bandeiras do Brasil, de Santa Catarina e do time de futebol do coração identificam os jovens da Diocese de Criciúma, reunidos, nestes dias, junto a milhares de todo o mundo na Cidade do Panamá, na Jornada Mundial da Juventude.

O Papa Francisco já está em viagem e deve chegar hoje ao mesmo destino dos jovens católicos. Enquanto isso, a juventude participa de momentos de espiritualidade e catequese e, pouco a pouco, vai conhecendo um pouco da realidade local e faz o intercâmbio entre os jovens de diversos países ali representados.

“A JMJ está sendo uma experiência maravilhosa. Nesses primeiros dias, o que mais nos emocionou foi o acolhimento do povo panamenho que, com muita simplicidade, nos acolhe com muita alegria e carinho, realmente um acolhimento muito caloroso. Além disso, a convivência com os demais católicos nos mostra a comunhão da Igreja, ainda que em línguas diferentes, com costumes diferentes, a amizade se dá de forma muito fácil e natural, mesmo tão longe isso faz nos sentirmos em casa e em paz”, relata a içarense Mariá de Mello.

Mariá está acompanha por Leidiane Reus e Julia Viana e já se encontrou com os jovens criciumenses Leonardo Rosa, Ana Paula Bonazza e a angolana Epifania Dinora. Da Diocese de Criciúma, participam também as jovens Jaqueline Taufembach e Gisele Garcia, além dos padres Antônio Júnior e Eloir Borges, Fernando Guidi e Rosimere Michels.

Na Feira Vocacional da JMJ, Mariá, Julia e Leidiane visitaram o estande do Movimento Familiar Cristão, do qual são integrantes aqui no Brasil. Ali, fizeram amizade com jovens do México e também com um brasileiro de Natsl (RN). Visitaram o estande da Canção Nova e das irmãs da congregação de Madre Tereza de Calcutá, das quais ganharam uma relíquia de segundo grau da santa. Na catequese de hoje, contaram com a pregação do Bispo da Diocese de São João da Boa Vista (SP), Dom Antônio Emídio Vilar (foto).

“Com muita emoção, alegria e união aconteceu a abertura de JMJ 2019 no Panamá. Olhos encantados davam as boas vindas a milhares de jovens do mundo, 140 países unidos em um só coração e em uma só voz para levar o amor de Deus às pessoas. Ser peregrino é levar a alegria do céu a todos os povos, para que juntos possamos construir um mundo mais fraterno. Hoje estamos ansiosos com a chegada de Papa Francisco que fortalecerá ainda mais nossa fé e nossa esperança. Nossos jovens são a esperança para o mundo melhor!”, declara a jovem Leidiane Reus, também de Içara.

Colaboração: Bibiana Pignatel / Comunicação Diocese de Criciúma

  • cancao nova
  • com irmas de madre tereza
  • jmj (1)
  • jmj (2)
  • jmj (3)
  • jmj (4)
  • MFC mexico
  • MFC
  • missa de abertura 2
  • missa de abertura

Notícias Relacionadas

Cidade Mineira celebra Nossa Senhora de Fátima

Programação da festividade terá duração de uma semana.

Bispo presidirá missa na Casa do Egresso

Igreja Matriz de Araranguá é elevada a Santuário Diocesano

Uns dos motivos deste reconhecimento são os 170 anos da paróquia, celebrados em 2018. Além disso, ela é a mais antiga de todas as 34 paróquias da Diocese de Criciúma.

Paróquia Sagrada Família receberá sangue de São João Paulo II

O momento de júbilo e ação de graças, marcado também pela bênção do novo estacionamento ao lado da igreja.