Segurança

Jovens furtam gado para churrasco entre amigos em Sombrio

Após investigações, a Polícia Civil de Sombrio concluiu mais um crime de abigeato, que é o furto de gado, praticado no dia 08 de maio, em um sítio, localizado na Costa da Lagoa, comunidade de Jaguarari, na divisa entre Sombrio e Santa Rosa do Sul.

Segundo a polícia, assim que foi informada do fato, iniciou diligências para chegar à autoria do crime. A polícia chegou a dois rapazes que teriam praticado o crime. Na terça-feira da semana passada, um deles foi apreendido, confessou o crime e a participação do colega, que foi apreendido dias depois e também confessou ter participação na morte do animal.

Como não houve situação de flagrante, J.P.C. e V.C. de V. foram liberados e responderão na justiça pelo crime de furto. “A polícia concluiu o inquérito, indiciando os dois pelo Art. 155 que é o crime de furto, e hoje foi dado encaminhamento ao Poder Judiciário. Como não houve o flagrante, mesmo diante da confissão dos dois envolvidos, eles responderão em liberdade”, comentou a autoridade policial.

Churrasco entre amigos

Em depoimento à polícia, os criminosos relataram como tudo ocorreu. Os dois estavam com amigos próximos a uma Lan House, no bairro Boa Esperança e queriam fazer um churrasco, mas estavam sem dinheiro. Lá planejaram o furto da carne. Segundo informaram, escolheram uma propriedade aleatória, pegaram o primeiro animal que viram, tiraram um pedaço de carne e fizeram um churrasco em uma residência abandonada, também no bairro Boa Esperança.

Na “festinha” estavam os envolvidos, amigos e namoradas.

Absurdo

De acordo com o Jornal Amorim, “Absurdo” foi a palavra que a autoridade policial usou para descrever o crime praticado com o animal, no dia 08. Conforme a polícia, a forma do abate, o desperdício de carne e a crueldade, mostram que a dupla não teve nenhuma preocupação na hora de cometer o crime. “Eles mataram o animal cruelmente, pegaram o pedaço que queriam, colocaram em um saco, sem nenhuma higiene e depois foram fazer um churrasco”, comentou.

Família em desespero

A manhã de domingo, do dia 08, foi chocante para a família de agricultores. Criadores de gado de leite, eles têm apego pelos animais e se chocaram ao encontrar a vaca, que tinham batizado carinhosamente de Esperança, morta brutalmente, caída no pátio. “Nós temos um cuidado muito especial com cada animal. Todos são tratados com muito carinho. Este em especial, a gente deu mamadeira por 60 dias, viu crescer, deu nome e foi um choque muito grande para mim e para minha esposa, encontra-lo assim daquele jeito horrível no pátio. Temos tanto apego no bichinho. Podíamos ter comido a carne que sobrou, mas a gente deu pra vizinhança, porque não teríamos coragem. Ainda estamos em choque”, comentou o proprietário da vaca, com os olhos cheios de lágrimas, triste pela perda da “Esperança”.

Com informações do Jornal Amorin

  • 084633e5abe4d28976ccb6943c9ba8f4
  • 31c982c80245d067cca4dd7200a026a2