Geral

Juiz de Braço do Norte abre mão de segunda vaga de assessor após readequação de unidades judiciárias 

Agora, Klauss Corrêa passa a responder somente pela Vara Criminal e Juizado Especial Criminal.

Foto: Arquivo/Sul In Foco

Uma alteração efetuada nas unidades judiciárias da comarca de Braço do Norte, que resultou na diminuição do número de processos, levou o juiz Klauss Corrêa de Souza a solicitar ao Tribunal de Justiça, de forma espontânea, a reanálise da necessidade de nomear um segundo assessor para sua unidade. Com isso, a vaga será redirecionada a outra vara do Estado com quantidade maior de ações em trâmite.

Estavam sob a responsabilidade do magistrado a Vara Criminal e o Juizado Especial Cível e Criminal, que contavam quase sete mil processos, o que colocava Braço do Norte na lista das comarcas com prioridade para nomeação da primeira leva de assessores. Agora, Klauss Corrêa passa a responder somente pela Vara Criminal e Juizado Especial Criminal.

Com isso, ele terá um acervo com cerca de dois mil processos a menos. “Assim, diante da alteração de competência das unidades judiciárias da comarca de Braço do Norte, ciente de que os números da minha unidade, que justificariam o recebimento do cargo de segundo assessor, foram alterados/reduzidos, solicitei ao TJ a reanálise dos números das unidades, a fim de verificar a unidade do Estado que mereceria prioridade na nomeação do segundo assessor”, destacou.

O presidente do TJ, desembargador Rodrigo Collaço, e o corregedor-geral da Justiça, desembargador Henry Petry Junior, cumprimentaram o magistrado e destacaram que esse é o comportamento à altura de quem é agente de Estado.

Colaboração: Fernanda de Maman – Assessora de Imprensa TJSC – Criciúma

Notícias Relacionadas

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Interessados em oferecer serviços de transportes com plataformas digitais têm 30 dias para se regularizar em Braço do Norte

Após 30 dias, aqueles que estiverem exercendo o transporte remunerado de passageiros e não estiverem regularizados estarão sujeitos às medidas estabelecidas na Lei Complementar 487/2019.

Agente temporário ajuda a salvar bebê de quatro meses que estava engasgado em Braço do Norte

O agente temporário orientou a mãe pelo telefone a fazer os primeiros socorros

Em quatro horas, polícia apreende 10 CNH’s de motoristas ao negarem teste do bafômetro na SC-370

No domingo (14), dois motoristas embriagados foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, em Braço do Norte.