Geral

Justiça bloqueia bens de suspeitos de superfaturar revitalização de orla

Empresa e ex-​prefeito respondem ação civil pública por supostas irregularidades

Divulgação

O desembargador Luiz Fernando Boller, em decisão monocrática nesta semana, manteve a indisponibilidade de bens de empresa e ex-​prefeito que respondem ação civil pública por supostas irregularidades e superfaturamento em obra de revitalização de orla de cidade do sul do Estado.

A decisão foi adequada pelo magistrado apenas no sentido de restringir o bloqueio de valores e bens ao montante apontado pelo Ministério Público, autor da ação, como acima daquele permito pela legislação. Em aditivos e correção de valores pactuados entre a empresa e a administração municipal, segundo relatório contábil confeccionado pelo MP, ocorreu um reajuste no preço final da obra da ordem de 49,79%, quase o dobro do legalmente permitido de 25%.

A obra teve início em 2011 mas, segundo a denúncia, até hoje parte dos serviços contratados naquela ocasião não foram executados. Boller assim justificou sua decisão de promover adequação nos valores inicialmente indisponibilizados, que haviam alcançado mais de R$ 1,2 milhão, sem contar bens imóveis e veículos automotores dos envolvidos.

“Ocorre que, sendo o acréscimo de 25% legalmente permitido, a indisponibilidade deve recair apenas no que lhe excedeu, qual seja, nos 24,79%”, anotou o relator em sua decisão. O agravo ainda será analisado de forma colegiada junto a 1ª Câmara de Direito Público do TJ (Agravo de Instrumento n. 5044256-02.2020.8.24.0000).​

Notícias Relacionadas

Serra do Rio do Rastro está interditada até a tarde deste sábado (16)

O motivo da interdição é a obra de contenção da encosta

“Após chegada da vacina, Estado irá enviar doses em até 24 horas aos municípios catarinenses”, reforça governador

O governador lembrou ainda que Santa Catarina já lançou o Plano Estadual de Vacinação, alinhado ao Governo Federal.

Problema da superlotação nos balneários é debatido entre o Poder Público e representantes da sociedade

Durante a reunião, que durou mais de duas horas, cada representante apresentou ponderações sobre a atual situação e possíveis soluções

Prefeitura de Orleans refaz drenagem que abriu cratera na comunidade de Rio Laranjeiras

Secretaria de Infraestrutura resolveu o problema na estrada e o trânsito já está liberado no local