Segurança

Ladrão é identificado pela Polícia Civil após roubar uma lanchonete em Orleans

Na noite desta quarta-feira (24), os policiais identificaram o suspeito e a pessoa para quem ele vendeu o celular.

Divulgação/Polícia Civil

O suspeito de roubar uma lanchonete em Orleans foi identificado pela Polícia Civil, através de câmeras de segurança. No início da noite desta quarta-feira (24) a Polícia esteve na casa do suspeito e encontrou uma televisão que foi trocada pelos objetos roubados.
O roubo ocorreu no dia 20 de julho, quando o suspeito simulou ter uma arma e entrou em uma lanchonete na Rua Professor Maya, no Bairro Lomba. No local haviam duas vítimas. O suspeito anunciou o assalto e exigiu a entrega do dinheiro e de um telefone celular, mas só conseguiu roubar o celular.

Após a ocorrência, a Polícia Civil iniciou as investigações e conseguiu descobrir todo o trajeto do suspeito, desde antes do roubo até a chegada no conjunto habitacional onde morava. As informações foram repassadas pela Polícia Militar que auxiliaram na identificação do suspeito.

Na noite desta quarta-feira (24), os policiais identificaram o suspeito e a pessoa para quem ele vendeu o celular. O ladrão confessou o crime e foi reconhecido pelas vítimas.

A pessoa que comprou o celular confirmou a aquisição e contou que entregou uma televisão e mais R$ 50 pelo aparelho telefônico. Nos fundos do conjunto habitacional do suspeito foi encontrada a televisão quebrada e a calça de moletom usada no crime parcialmente queimada.

A polícia irá finalizar o inquérito policial e solicitar a prisão preventiva do investigado, que já tentou praticar um roubo idêntico em um pub da cidade de Orleans.

O Delegado Ulisses Gabriel comenta que o trabalho da polícia é efetivo para solucionar crimes de roubo e furto. “Com relação a roubos, a elucidação é de 100%, com todos os autores dos crimes denunciados pelo Ministério Público. As elucidações dos furtos também são muito altas, sendo lamentável a prática da recepção, que dificulta a restituição do patrimônio das vítimas, pois os criminosos já têm os compradores para quem despacham as mercadorias, o que torna difícil a apreensão”, destaca o delegado.

Notícias Relacionadas

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio