Segurança

Ladrão rouba e agride idoso de 69 anos em Laguna

A ocorrência foi registrada na noite desta quarta-feira (5) no Bairro Cabeçudas

Foto: Divulgação

Um homem de 69 anos foi agredido e roubado por um ladrão na noite desta quarta-feira (5). O crime ocorreu na casa da vítima, no Bairro Cabeçudas, em Laguna.

A polícia foi chamada e ao chegar no local viu o ladrão na frente da casa. O ladrão tentou fugir correndo para os fundos da casa e pulando muros das residências. Na fuga ele jogou no chão uma arma falsa.

A vítima informou que estava dentro de casa quando foi surpreendido por um forte barulho na porta e viu que estava sendo arrombada. O ladrão tinha uma faca e uma arma de fogo, que depois foi constatada que era falsa. A vítima reconheceu o assaltante, um homem de 37 anos, que o agrediu com socos no rosto, causando um corte na cabeça do idoso. O ladrão ainda levou um relógio de pulso e dinheiro.

Após buscas nas residências próximas, os policiais localizaram o suspeito escondido entre alguns arbustos na residência ao lado. O homem foi preso e levado para a Delegacia de Laguna. Os policiais constataram que já havia um mandado de prisão contra o homem por vários crimes.

Notícias Relacionadas

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Tribunal de Justiça confirma que município de Laguna deve fechar acessos de carros à Praia do Cardozo

Na sentença, foi determinado ainda que a prefeitura promova a instalação de placas de advertência no local e fiscalize a área, sob pena de multa diária no valor de R$ 500. A decisão busca preservar o meio ambiente e proteger os banhistas.