Segurança

Ladrões de caminhonetes em Criciúma somam mais 40 anos de prisão

O quinto integrante do grupo foi preso no início de setembro deste ano. O processo foi separado dos demais e segue em andamento.

Foto: Divulgação

Quatro autores foram condenados no caso dos roubos das camionetes em Criciúma, ocorridos entre novembro/2017 e abril/2018. As investigações da Divisão de Investigação Criminal (DRR/DIC) tiveram longa duração e apontaram os envolvidos. Em operação da Polícia Civil, em abril deste ano, foram cumpridas diversas buscas e concretizadas as prisões preventivas de quatro integrantes. Eles permanecem presos.

Conforme o Delegado de Polícia Civil Yuri Miqueluzzi, as penas dos autores somadas superam 40 anos de reclusão. De forma individual foram estabelecidas em 10 anos e 8 meses, 10 anos e 3 meses, 9 anos e 9 meses, e 9 anos e 5 meses, a serem cumpridas inicialmente no regime fechado. Foram reconhecidos os diversos crimes de roubos com emprego de arma de fogo e concurso de pessoas, além do delito de associação criminosa armada.

O quinto integrante do grupo foi preso no início de setembro deste ano. O processo foi separado dos demais e segue em andamento. Todos os cinco envolvidos nos crimes, apontados pela Polícia Civil, prosseguem recolhidos. Após as prisões, o índice de roubos de camionetes na região teve intensa redução.

 

Notícias Relacionadas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara

Drogas, armas e munições são apreendidas durante operação policial em Laguna