Segurança

Ladrões deixam três cidades de SC sem abastecimento de água

Cerca de 30 mil moradores podem ser impactados por causa do furto

Foto: Divulgação

Um furto de fios no ponto de captação de água da Casan em Ascurra compromete o abastecimento em três cidades do Vale do Itajaí nesta sexta-feira (23). Os ladrões levaram quase 20 metros de cabos de cobre, geralmente revendido por usuários de drogas. Um vídeo mostra os pontos onde os criminosos arrebentaram a calha de proteção e cortaram os fios.

O funcionário da manutenção contou que por volta das 22h de quinta o sistema começou a apontar que não havia energia elétrica na central. Ele foi até o local e percebeu o furto. Além dos fios, outras oito peças foram levadas pelos criminosos comprometendo o abastecimento de quase 30 mil pessoas. As cidades impactadas são Ascurra, Apiúna e Rodeio.

A Casan informou que equipes estão trabalhando para resolver o problema. Entretanto a previsão de retorno do abastecimento é para madrugada deste sábado (24). Ou seja, os moradores que não têm caixa d’água ou com capacidade reduzida de armazenamento, podem sofrer por mais de 24 horas com torneiras secas.

A companhia recomendou economia até a normalização do sistema.

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Homens invadem casa, amarram família e agridem morador em Balneário Rincão

Os criminosos levaram dinheiro, celulares, um carro e uma motocicleta.

Concursos em SC: 16 editais encerram inscrições esta semana; salários chegam a R$ 22 mil

Em Orleans, há 18 vagas de níveis alfabetizado, fundamental, médio e superior, e salário de até R$ 9.684,77.

Colisão seguida de capotamento é registrada na SC-108, em Urussanga

A condutora do veículo que capotou, de 20 anos, foi conduzida ao hospital; os outros dois ocupantes dos veículos envolvidos não se feriram.

Chuva deixa comunidade isolada e arrasta carro com pai e filha dentro, em Garopaba

O caso ocorreu quando o condutor da caminhonete tentou atravessar uma pequena ponte sobre o Rio Encantada próximo, próximo à cachoeira.