Saúde

Laserterapia será o novo método de tratamento usado pelo SUS de Criciúma

O evento de lançamento aconteceu na manhã desta segunda-feira (9), no Salão Ouro Negro do Paço Municipal Marcos Rovaris

Divulgação/Decom

Com o objetivo de implementar a tecnologia no Sistema Único de Saúde (SUS), Criciúma aderiu ao tratamento em laserterapia, por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). O evento de lançamento aconteceu na manhã desta segunda-feira (9), no Salão Ouro Negro do Paço Municipal Marcos Rovaris. Estiveram presentes o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande, e a reitora da Universidade do Extremo Sul Catarinense, Luciane Ceretta.

Para o uso do novo recurso de tratamento para feridas, o evento proporcionou capacitação para os enfermeiros da rede municipal de saúde. “A Unesc tem muita satisfação em ter essa parceria, os enfermeiros estão sendo capacitados para esse trabalho, inclusive para o atendimento a domicílio daqueles que não podem se deslocar”, destacou a reitora Luciane Ceretta. Os atendimentos locais serão realizados no Ambulatório de Feridas da própria universidade, localizado no bairro Universitário.

De acordo com o prefeito, Clésio Salvaro, será uma inovação para o serviço público. “Iremos consolidar ainda mais essa parceria com a universidade que promove o saber das pessoas, e nós do serviço público temos o papel de colocar isso em prática”, enfatizou. “É um avanço inovador e de humanização. Além da melhor cicatrização, vai evitar uma série de amputações e dores que uma ferida pode provocar”, completou o secretário, Acélio Casagrande.

Divulgação/Decom

Notícias Relacionadas

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.