Turismo

Lauro Müller aposta na força do turismo integrado

O Governo de Lauro Müller, através da Secretaria de Turismo, se une à iniciativa privada e à sociedade civil para consolidar o setor como importante atividade econômica e cultural.

Divulgação/Rodrigo Luciano/Ecos Fotografias

Lauro Müller, a cidade conhecida por abrigar em seu território a estrada eleita como a mais espetacular do mundo. Principalmente por esta razão, 45 mil pessoas passam, em média, pelo município todos os meses. Visando aproveitar este grande potencial e reter os turistas, deixando de ser uma “cidade-passagem”, inúmeras ações integradas têm sido realizadas pelo Governo do Município, através da Secretaria de Turismo. Contudo, para que estes projetos tenham a força que necessitam, existe uma palavra de ordem: a integração.

Sendo assim, neste primeiro momento, o principal objetivo do poder público é se unir aos empreendedores locais, às entidades e à sociedade civil. Além disso, Lauro Müller faz parte da rota integrada da Encantos do Sul, umas das 12 regiões turísticas de Santa Catarina, junto a outros 31 municípios, e realiza ações coletivas em parceria com as cidades membros da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC). Mas, para alavancar este setor em ascensão, a esperança está no coração de Lauro Müller, nas pessoas que nela habitam a trabalham.

Conforme o secretário municipal de Turismo, Luciano Philippi, assim que assumiu a pasta, em fevereiro, o primeiro passo dado foi fortalecer o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), que tem como função o desenvolvimento de políticas públicas eficientes voltadas a este setor. “O Conselho se reúne para discutir, elaborar e deliberar. Então estas ações não ficam concentradas apenas no Executivo Municipal, mas sim, ampliadas a diversos segmentos, já que ele é composto de membros representantes de órgãos da comunidade, vinculados e interessados no desenvolvimento turístico de Lauro Müller”, explicou. No fim deste mês, inclusive, será realizado um planejamento estratégico de forma participativa com conselheiros e convidados. O intuito será elaborar ações pensadas para os próximos 10 ou 15 anos.

Para o presidente do COMTUR, Francigiano Cercena, o Fran, que também é um dos proprietários do hotel e do restaurante Chaminé, o movimento realizado atualmente é inédito. “Temos um grupo de pessoas ligadas ao turismo que estão se organizando para desenvolver roteiros turísticos, Associação Acolhida na Colônia, trilhas que estão sendo organizadas e limpas por iniciativa do CTG Serra do Rio do Rastro. Além do curso de guia turístico, que está capacitando pessoas da cidade para poder segmentar e roteirizar o turismo de forma legal e ajudar, através dos roteiros, a integrar todos os segmentos turísticos da cidade. Estou vendo uma união das pessoas de Lauro Müller que nunca tinha visto antes. Para o futuro, acredito que vereamos essa união tomar força e desenvolver um turismo consistente, no qual todos poderão ter resultados positivos tanto para Lauro Müller quanto para o desenvolvimento regional onde estamos inseridos, da Governância Encantos do Sul”, avaliou.

Investidores com olhar para inovação

Atrair turistas depende também dos empreendedores que acreditam no potencial turístico da cidade. De acordo com Luciano Philippi, pensando em apoia-los e valoriza-los, a Secretaria de Turismo está engajada em aproximar os empresários do turismo. Através deste grupo, estuda-se a possibilidade de criação da Associação Lauromüllense de Turismo (ALT). “Cada um já realiza ações, mas de forma isoladas. Unindo estas pessoas que já investem neste segmento na cidade, o turismo ganhará muito mais força. A ideia é realizar encontros quinzenais. A Administração Municipal faz o papel agora de criar o grupo e fazer a comissão para que ela tenha autonomia para fazer os encaminhamentos necessários. Posteriormente, a Administração Municipal passará a ser apoio”, adiantou.

Ele explica que nos últimos anos houve um aumento considerado de empreendimento voltados a atender a quem vem de outras cidades, estados e até países para visitar a Serra do Rio do Rastro. “Se formos analisar, há 10 anos, havia poucos leitos em Lauro Müller. Hoje, são quase 300 leitos construídos, além de restaurantes, lanchonetes e pubs. Ou seja, era uma visão limitada, sem este olhar empresarial voltado ao turismo. Agora, são criadas empresas justamente com foco neste público que está de passagem. Se o número de passantes pelo município é de 45 mil ao mês, aproveitamos para reter estes turistas para cá, através de ações de gastronomia, eventos, turismo ecológico e entre outras. Agora, os empreendedores, de forma integrada, trabalharão nisso. Eles se tornarão os protagonistas do processo”, planeja o secretário.

O casal Lara Dal Bo Benedet e Luiz Henrique Benedet estão entre os empreendedores deste grupo. Ela é formada em Gestão Hoteleira e sempre sonhou em montar um negócio próprio. Os empreendedores optaram por investir em dois chalés, a princípio, que ficarão localizados na área central da cidade, onde residem. “Encontrei um formato que não depende de mim durante 24 horas, pois as acomodações são locadas através de aplicativos como o Airbnb”, explicou Lara. “Como empreendedora, acredito muito no potencial turístico da cidade, acho que não podemos viver da extração do carvão eternamente. Temos um grande potencial turístico inexplorado por nós”, ressaltou.

“Além da Serra do Rio do Rastro, Lauro Müller apresenta outras belezas, tais como trilhas históricas, cachoeiras, castelo, primeira mina do Brasil. Hoje, ocorrem em Lauro Müller grandes eventos de nível internacional e não estamos sabendo aproveitar. Somos apenas espectadores e é isso que temos que trabalhar para mudar. Temos que participar dos eventos mais ativamente. A ALT nasce através da união do setor privado e entusiastas do turismo em Lauro Müller e não depende do poder público. O intuído será o de desenvolver e fortalecer o turismo. Acredito que essa união seja indispensável para que isso aconteça”, acrescentou.

O grupo, inclusive, já abraçou algumas causas. Entre elas, o projeto da Associação Bom-Jardinense de Turismo, intitulado de “Serra linda é serra limpa”. Dessa forma, segundo ela, a Prefeitura de Lauro Müller fará o recolhimento do lixo na serra a cada 15 dias. Os empreendedores irão cobrar também a revitalização do trecho entre Lauro Müller e a Serra do Rio do Rastro e cobrar do poder público a manutenção da rodovia, por meio de roçada e limpeza das canaletas.

Confira os membros do grupo de empreendedores:

Pousada Costão da Serra;

Pousada e Restaurante Coan;

Pousada e Restaurante Redivo;

Pousada e Restaurante Bugio da Serra;

Churrascaria, pizzaria e hotel Chaminé;

Frei Haus (pousada Acolhida na Colônia);

Fazenda São Matheus (Acolhida na Colônia);

MRF Alimentos (doces de frutas e conservas);

Ecos Fotografias (filmagens aéreas e lan house);

Serra do Rio do Rastro ao Vivo (portal turístico);

Balneário Godinho (lazer, gastronomia e eventos);

Quiosque Diga-Lá (produtos coloniais e conveniência);

Sítio esperança (pousada, restaurante e pesque-pague);

Route 66 Bar N’ Burguer (restaurante, lanchonete e pub);

Orgânicos São Matheus – Delivery de Orgânicos e Coloniais;

Duetto Café Bistrô (refeições, lanches, petiscos, chopp e sorvetes);

Luar dos Cânions (hospedagem de cabanas e chalé, parque eólico);

Campo e Cozinha Culinária Rural (produtos coloniais e Acolhida na Colônia);

Estância Pé da Serra (aluguel de casas, camping com área coberta, trilhas, lazer e eventos).

Foto: Divulgação

Vivendo Lauro Müller: um tour pela cidade com guias credenciados

Ao total, 12 vagas foram disponibilizadas para moradores de Lauro Müller interessados em participar Curso para Técnico em Guia de Turismo, de forma gratuita, no Senac de Tubarão. A capacitação tem duração de um ano e meio e iniciou em março. As aulas ocorrem três vezes por semana. Após formados, eles receberão, inclusive, certificado de guia nacional. Eles terão conhecimento técnico sobre a região e poderão organizar roteiros de visitas e itinerários turísticos, além de recepcionar, conduzir, orientar e dar assistência às pessoas ou grupos durante passeios, visitas e viagens.

O secretário de Turismo explica que a intenção é que eles apliquem os conhecimentos adquiridos no curso em benefício do setor, com a criação de uma rota turística, por exemplo. “A primeira roteirização, é a Rota da Serra do Rio do Rastro, iniciando tanto pela Lohn Bier quanto pelo Vale dos Vinhedos, nestas duas rodovias estaduais que ligam a serra. Começamos destas entradas e todos os empreendimentos que estão na rota até a serra farão parte. Além dos locais onde se hospedar e se alimentar, oferecer outros atrativos, tais como cavalgadas, caminhadas, trilhas, visitas a museus, observação de pássaros. Isso, na minha opinião, é a prioridade. Posteriormente, vamos planejando os outros segmentos”, detalhou Luciano Philippi.

Para alavancar de forma estratégia todas estas ações, uma ferramenta será de grande importância. Tal como as ações, a comunicação também será integrada. A intenção é que todos os conteúdos relacionados a este setor sejam difundidos através do site www.serradoriodorastroaovivo.com.br e dos perfis no Facebook.com/serradoriodorastro e Instagram.com/serradoriodorastro_.

Conforme Ednaldo Acordi Fontanela, o Serra do Rio do Rastro Ao Vivo foi criado em 2011 e adquirido por ele há quatro anos. O site reúne informações de locais para se hospedar e se alimentar, além de notícias e imagens. Em média, recebe 100 mil visualizações ao mês, chegando a 290 mil em agosto de 2017. Segundo ele, nos períodos de férias (metade, início e fim do ano), os acessos costumam subir.

“A principal função do site é a divulgação da Serra do Rio do Rastro, nosso cartão-postal. Além disso, a câmera ao vivo é também bastante importante. Muitas pessoas que moram em outros estados e países assistem e ficam encantados com o local e isso acaba atraindo muitos turistas. Ela tem a função também de ser um balizador para quem está pensando em pegar a estrada, que podem conferir como está o clima no local”, exemplificou.

Para Ednaldo, a comunicação integrada em meios de comunicação estratégicos é essencial para o sucesso dos projetos que serão implantadas. “Todos precisamos estar unidos, nos comunicando entre si e transmitindo as mesmas mensagens. Isso é muito importante. É fundamental hoje em dia que tenhamos isso. Acredito que 90% dos turistas acompanham seu destino de viagem primeiramente através da internet. Então, quando tivermos essas plataformas funcionando 100%, teremos uma grande ferramenta, que irá gerar mais visibilidade para a serra, com conteúdos atualizados e focados. Dessa forma, mostraremos nossas potencialidades a muito mais pessoas e com muito mais qualidade”, avaliou.
Ecomuseu: um passeio em meio à uma área preservada

O Ecomuseu Serra do Rio do Rastro abrange 6,2 mil hectares de preservação ambiental, nas encostas da serra. Aproximá-lo dos turistas também se demonstra um grande potencial atrativo. A área ocupa quase a quarta parte do território de Lauro Müller e faz extrema com Bom Jardim da Serra, Treviso e Orleans. O presidente do Conselho do Ecomuseu, Cláudio Lottin, enumerou alguns dos atrativos turísticos da área.

“O maior potencial turístico está na SC-390, que corta a área do Ecomuseu. Temos também a trilha do cabo aéreo, a coluna White, cachoeiras, a rica fauna e flora, as belezas das propriedades, o cânion do funil e outros. Na área do Ecomuseu, estão os recursos hídricos do município. Praticamente todo o município é abastecido das águas que ali nascem. Ele também é preservação cultural, histórica e geológica”, enumerou.

Segundo ele, algumas ações já sendo implantadas. “A trilha do cabo aéreo vai ser limpa novamente pelo CTG Serra do Rio do Rastro no dia 13 de abril. Ela inicia no fim de uma propriedade, na localidade de Cabo Aéreo, e termina já em Bom Jardim da Serra, em aproximadamente dá 8 quilômetros. A trilha é ao lado de onde descia o cabo aéreo usado pelos tropeiros quando desciam com mulas ou para trazer o gado para comercialização. Em breve, poderá ser feita com estes guias. Estamos elaborando também um folder para melhor divulgação a respeito do Ecomuseu”.

Um gostinho da vida no campo

A Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia foi criada no Brasil em 1999 e está integrada à Rede Accueil Paysan, atuante na França desde 1987. Conforme o extensionista da Epagri de Lauro Müller, Paulo Cesar Freiberger, a proposta é valorizar o modo de vida no campo através do agroturismo ecológico, abrindo as casas para o convívio do dia a dia do agricultor. Em Santa Catarina, está distribuída em seis regionais, abrangendo 19 municípios. A sétima regional está em fase de implantação em Lauro Müller. “Estamos fazendo o registro em cartório e na Receita Federal com o nome de Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia Serra do Rio do Rastro”, contou.

Paulo Cesar Freiberger explica que associação é composta por 17 membros, sete propriedades e 10 famílias. “A abrangência está prevista para o sul catarinense e tem como objetivo organizar as atividades de agroturismo enquanto fonte complementar de renda, promovendo a integração entre campo e cidade através da troca de experiências em circuitos locais e regionais e resgatar a identidade cultural dos agricultores familiares da região. Dessa forma, contribui para a melhoria da qualidade de vida dos agricultores e sua permanência no campo com práticas produtivas nos princípios agroecológicos de proteção e recuperação do ambiente natural”, detalhou.

Para que o projeto tenha êxito, são realizadas reuniões, seminário, excursão a outra regional da acolhida, treinamento de técnicos e diagnósticos participativos nas sete propriedades. A associação já possui mais agricultores interessados em participar tanto de Lauro Müller quanto de outros municípios da região. “A ideia é formar uma rede com este tipo de turismo aqui no Sul, conforme já vem ocorrendo em outras regiões de Santa Catarina, como a regional das Encostas da Serra, Regional de Ibirama, Regional Ituporanga, Regional do Vale dos Imigrantes, Regional da Serra Catarinense e agora a Regional Serra do Rio do Rastro”. Desde o início dos debates sobre a ideia, a associação recebe apoio de Técnicos da Epagri e da Secretaria Municipal de Turismo.

Selo do Ministério do Turismo

O município de Lauro Müller foi reconhecido pelo Ministério do Turismo com o Selo +Turismo, em setembro do último ano. O projeto do Governo Federal permite que as cidades reconhecidas tenham acesso a linhas de financiamento com prazos e juros diferenciados, possibilitando o investimento em infraestrutura. Além das ações citadas, a cidade recebe importantes provas, como a Mizuno Uphill Marathon e o Desafio de Ciclismo Serra do Rio do Rastro, promovido pela Federal Catarinense de Ciclismo (FCC). Ambos os eventos atraem, todos os anos, milhares de pessoas para a cidade e região, entre participantes, organizadores e acompanhantes.

Lauro Müller fará parte também de outro projeto em implantação. Trata-se da Rota dos Jesuítas, que pretende ligar o Sul à Serra de Santa Catarina, a partir da conclusão das obras na BR-285, no trecho que liga Timbé do Sul a São José dos Ausentes. Também chama atenção na cidade o trabalho desenvolvido pela Associação Feminina de Assistência Social (Afas) de Lauro Müller, presidida pela primeira-dama, Maria Emília Cesconetto, que, em datas especiais como Páscoa, Natal e Inverno, cria um clima especial na cidade através da decoração em pontos estratégicos, com grande movimentação.

Entretanto, de acordo com o secretário municipal de Turismo, Luciano Philippi, o desafio agora é a criação de uma identidade para a cidade visando o planejamento de um evento próprio, que vire tradição e atraia pessoas dos mais diversos lugares.

Com informações Jornal Hoje/Portal Ligado no Sul

Notícias Relacionadas

Voos de drones, para captar informações geográficas de Lauro Müller, começam na próxima semana

Trabalho de coleta de informações é parte do Projeto de Gestão Territorial desenvolvido pela Unesc para o município.

Ladrão escala parede de 1,80m para furtar casa em Lauro Müller

Foram roubados perfumes e cremes do local. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar por volta das 21h desta quarta-feira (31).

Balneário Godinho comemora aniversário com festa e abertura oficial do Verão 2018/2019

Empreendimento turístico localizado em Lauro Müller é visitado todo o ano por milhares de pessoas, em especial no verão. Grupo musical animará visitantes neste domingo (02) à beira da piscina.

Supressão vegetal, em bordo da SC-390 de Lauro Müller, finaliza derrubada de árvores maiores

Trabalhos de remoção das toras e galhos segue nesta quinta-feira (5). Interrupções no tráfego de veículos serão feitas somente se necessário.