Política

Lauro Müller: vereador Guilherme Coan dá detalhes sobre saída do PP e filiação ao PSD

Em entrevista ao Sul in Foco, o político discorreu sobre a mudança partidária que repercutiu nas redes sociais após o anúncio.

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Sul in Foco, o vereador Guilherme Coan compartilhou detalhes dos motivos por trás de sua decisão de trocar de partido e as perspectivas para seu futuro político. Segundo ele, a insatisfação com a falta de compartilhamento de informações e de participação nas tomadas de decisão no PP de Lauro Müller, aliada à retirada, considerada injusta por ele, do antigo presidente do partido, Jair Fernandes Madeira, o levou a repensar seu papel no grupo.

Quanto à filiação ao PSD, ele esclarece que, embora inicialmente esteja considerando a reeleição como vereador, está aberto a outras possibilidades, inclusive uma candidatura majoritária, como candidato a prefeito ou vice-prefeito, a depender das circunstâncias e das pesquisas eleitorais. Ele enfatizou ainda seu otimismo quanto a estrutura do PSD no que diz respeito à busca de verbas a fim de impulsionar o desenvolvimento da cidade. Por fim, reassumiu seu compromisso com o povo lauromüllense e enfatizou que seus valores seguirão os mesmos, apesar da troca de partido.

Confira a entrevista na íntegra:

Sul in Foco: Quais foram os principais fatores que influenciaram essa decisão?

Guilherme Coan: A falta de compartilhamento de informações e a participação das lideranças do partido nas tomadas de decisões, junto à retirada do antigo presidente [Jair Fernandes Madeira] de forma injusta me fizeram observar que o grupo não estava coeso e na mesma linha de pensamento de respeito às pessoas. Isso me fez repensar sobre minha posição no grupo. As pessoas têm que ser respeitadas, pois só assim se faz política séria. Se não se tem tempo para discutir e conversar com as pessoas, e se toma decisões sem compartilhar com o grupo, não estaríamos fazendo política.

Sul in Foco: De que forma os valores e princípios do PSD se alinham à sua visão?

Guilherme Coan: Vejo um grupo muito participativo no PSD, com ideias inovadoras para o desenvolvimento da cidade de Lauro Müller, um partido com uma grande estrutura municipal, muitos apoiadores. Não somente em nível municipal, o PSD tem grande estrutura estadual e pode contribuir muito com a vinda de verbas, além de acesso ao Governo do Estado para resoluções de problemas.

Foto: Divulgação

Sul in Foco: Como está a tua relação com o PP após a saída?

Guilherme Coan: Minha relação com o PP é de respeito e gratidão com aquelas pessoas. Digo isso porque sou grato pela oportunidade que me deram de ser candidato a vereador, sou grato pelos contatos e amizades que construí lá dentro. Também lembro aqui o fato de, por causa desse respeito, quando fui anunciar minha saída do partido, não foi simplesmente mandado uma mensagem ou ligação para o presidente falando da minha saída. Pedi uma reunião com a Executiva e, em respeito a todos, explanei os motivos. A grande maioria me desejou sorte e sucesso na nova caminhada. Por isso, faço questão de falar o quanto sou grato por essas pessoas.

Sul in Foco: Você é pré-candidato a prefeito nesta eleição ou deverá disputar novamente uma vaga no Legislativo?

Guilherme Coan: Muita gente me pergunta se estou trocando de partido para ser candidato a prefeito. Eu digo que estou trocando de partido sem promessa nenhuma. Ninguém prometeu que eu seria candidato a alguma coisa. Como disse anteriormente, troquei de partido porque não estava contente com a maneira de conduziam o partido, no qual algumas pessoas tomavam as decisões sem conversar com o grupo.

A princípio, serei candidato à reeleição, mas, se o partido entender que meu nome deve ir para uma disputa majoritária, tanto como candidato a vice-prefeito como candidato a prefeito, estarei à disposição, pois acredito que todo cidadão tem esse direito e esse dever perante a sociedade em que vive. Claro que, para tudo isso acontecer, também dependemos das pesquisas eleitorais de intenção de voto.

Sul in Foco: Em caso de seguir como vereador, como essa mudança partidária afetará a tua atuação?

Guilherme Coan: Não é porque saí do PP que vou mudar meu estilo de fazer política ou vou mudar meu comportamento na Câmara de Vereadores. Vou continuar lutando pelo desenvolvimento da cidade, pelos direitos da população e, principalmente, pelo respeito aos funcionários públicos que, nos últimos tempos, estão sendo muito pressionados politicamente. Como vereador, continuo os meus trabalhos como venho fazendo.

Sul in Foco: Quais são as tuas expectativas em relação ao teu futuro político dentro do PSD?

Guilherme Coan: Entrei para o PSD pensando em um projeto de desenvolvimento para a cidade, com pessoas que pensam para frente, que respeitam as opiniões alheias e as consideram na hora da tomada de decisão.

Sul in Foco: Qual mensagem você gostaria de transmitir aos cidadãos em relação a essa mudança partidária?

Guilherme Coan: Quero aqui deixar bem claro que eu, como vereador e pessoa pública que sou neste momento, tomei a decisão de troca de partido por insatisfação minha. Eu não estava bem e respeito muito as pessoas que lá se sentem bem. Como disse, tenho muito respeito e gratidão por tudo que passei e o amadurecimento político por qual passei dentro do PP.

Entretanto, quero dizer ao povo de Lauro Müller e todas pessoas que acompanham as notícias políticas que o que quero e desejo é ver o desenvolvimento da nossa cidade. É para isso que estou trabalhando todos os dias. Quero ver nossos cidadãos serem melhor atendidos, que nossas escolas estejam cada vez melhores e com professores cada vez mais qualificados, que a saúde oferecida seja cada vez de melhor qualidade, que nossos funcionários sejam cada vez mais bem treinados e reconhecidos pelo seu trabalho para que, assim, possam prestar melhores serviços à população.

Que a população de Lauro Müller saiba que podem contar com o Guilherme Coan. Pessoa que nasceu nessa cidade, cresceu aqui, trabalha aqui e quer ver essa cidade cada vez melhor. Que saibam que todos os assuntos que trago na Câmara de Vereadores, por trás da minha voz, tem um cidadão que não foi atendido, não foi respeitado ou não teve acesso à saúde. Enfim, que sou uma pessoa vai lutar por seus cidadãos sem olhar partido político.

Notícias Relacionadas

Tempo bom predomina durante a semana, mas previsão aponta retorno da chuva ao Sul de SC

Nesta terça-feira (21), temperaturas devem variar entre 9°C e 23°C em Criciúma e região

Rio Grande do Sul confirma primeira morte por leptospirose em meio às enchentes

Vítima tem 67 anos e era natural do município de Travesseiro, no Vale do Taquari, que foi fortemente atingido pela tragédia; leptospirose é transmitida pela exposição à urina de animais infectados

Menino de 11 anos morre atropelado por ônibus em Criciúma

Acidente aconteceu por volta das 17h de segunda-feira (20)

Heriberto Hülse não será usado pelo Internacional na Sul-Americana