Saúde

Legislativo içarense homenageia médicos cubanos

Com a desistência do governo de Cuba ao programa social, os médicos deverão retornar para o país de origem.

Foto: Divulgação

Os nove médicos cubanos participantes do Programa Mais Médicos em Içara, foram homenageados pelo Poder Legislativo na sessão ordinária ocorrida na noite de terça-feira (20). Com a desistência do governo de Cuba ao programa social, os médicos deverão retornar para o país de origem.

O município está no programa desde 2013, e ainda conta no programa com mais cinco profissionais brasileiros. Os médicos cubanos atendiam na atenção básica, nas unidades de saúde de Vila Nova, Jussara, Boa Vista, Terceira Linha, Aurora, Raichaski e Elizabete. Vereador e médico Lauro Nogueira que na época era secretário municipal de saúde trouxe o programa para a cidade, fez uso da palavra representando o legislativo. “Esses médicos fizeram um trabalho fantástico no município, todos nós tivemos a confiança a cada momento e instante em que eles desenvolviam aqui o nosso trabalho de Estratégia da Família”, comentou Nogueira.

O parlamentar acrescentou que a cidade neste período obteve ganhos na saúde em receber esse programa. “Tenho muito orgulho de ter participado desse programa. Vamos ficar extremamente saudosos destes profissionais. O povo que nunca teve o costume de receber o olhar de carinho e reserva e nós não esqueceremos de vocês”.

O Prefeito Municipal Murialdo Canto Gastaldon defendeu a importância do Programa Mais Médicos. “Vocês aqui em Içara salvaram vidas, como prefeito da nossa cidade só tenho a agradecer por toda dedicação. Muito obrigado pelos içarenses que vocês ajudaram a salvar, levem as melhores recordações”, finalizou Gastaldon.

Colaboração: Comunicação Câmara Municipal de Içara

Notícias Relacionadas

Inscrição do concurso público para novos médicos, em Lauro Müller, termina neste domingo (30)

Serão contratados três profissionais para Médico da Saúde da Família – ESF.

Prefeitura de Orleans contrata cinco novos médicos para unidades de saúde

Os profissionais já estão atuando em quatro postos de saúde desde o dia 1° de julho.

Coronavírus: pesquisa mostra que 50% dos médicos acusam falta de EPI

Governos e hospitais encontram dificuldades para comprar EPIs

Mais Médicos: Prejuízo com saída de profissionais chega a R$ 2 milhões em Içara

Não há previsão por parte do Governo Federal em realizar um novo edital para a contratação de profissionais.