Geral

Leitos de UTI são inaugurados no Hospital São Camilo, em Imbituba

A previsão é de que eles estejam disponíveis para a população até sexta (11). O hospital foi inaugurado há 58 anos e nunca teve leitos de UTI.

Divulgação

O Hospital São Camilo, em Imbituba, teve nesta quarta-feira (9) a inauguração de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A previsão é de que eles estejam disponíveis para a população até sexta (11). O hospital foi inaugurado há 58 anos e nunca teve leitos de UTI.

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, essa necessidade aumentou. Município e governo do estado começaram a articular a instalação. Neste primeiro momento, os 10 leitos de UTI vão ser destinados ao tratamento de pacientes graves que estão com Covid-19 ou suspeita da doença.

O estado vai bancar todo o custo até o fim do ano. Em 2021, a ideia é que município e Ministério da Saúde dividam o custo mensal de R$ 480 mil para manter a UTI em funcionamento. A partir daí, os leitos também serão utilizados no atendimento a outras doenças também.

O hospital passou por uma vistoria da vigilância sanitária na quarta. “Até então, nós éramos de média complexidade, hoje nós estamos em alta complexidade. Com a instalação da UTI, nós temos oportunidade de trazer mais serviços para o hospital de Imbituba, para a região da Amurel [Associação de Municípios da Região de Laguna]”, afirmou a diretora da unidade, Luciene Meurer.

Obras e verba

As obras na UTI duraram pouco mais de um mês. A prefeitura investiu R$ 713 mil na compra de equipamentos e mais a reforma de toda a área onde estão os leitos. O governo do estado entrou com pouco mais de R$ 1,2 milhão, verba referente à compra de 10 monitores e 10 ventiladores pulmonares.

A instalação da UTI foi comemorada especialmente porque os moradores não vão precisam mais se deslocar a outras cidades para buscar o atendimento. O hospital com leito de UTI mais próximo era o de Tubarão, a cerca de 40 minutos de Imbituba.

“A gente sabe que a região é carente de leitos de UTI e vai haver um trabalho redobrado para que haja permanência desses leitos como um legado da população da região”, disse o superintendente dos Hospitais Públicos Estaduais, Márcio Mesquita Júdice.

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

UTIs na Amurel: Beto lança ideia de aquisição de leitos através do CIS-Amurel e prefeitos aprovam

Mesmo sendo obrigação do Governo do Estado a disponibilização de UTIs, a Amurel chamará a responsabilidade para ter mais um suporte no salvamento de vidas.

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.