Segurança

Líder de facção criminosa de Criciúma é denunciado por latrocínio

Homem, de 38 anos, detido desde setembro, responde pela morte de Paulo Daniel Sebastião Brasil.

Líder de facção criminosa de Criciúma é denunciado por latrocínio

Foto: Divulgação

Condenado a mais de 21 anos pela participação no roubo contra um delegado, registrado em setembro do último ano, o líder de uma facção criminosa em Criciúma, virou réu mais uma vez. O Ministério Público ofereceu a denúncia contra o homem, de 38 anos, pelo envolvimento no latrocínio de Paulo Daniel Sebastião Brasil, morto em setembro do ano passado, no bairro Cidade Mineira.

O crime foi executado por dois adolescentes, os mesmos que assaltaram o delegado, a mando do réu. Na noite do roubo, os agentes da Divisão de Investigação Criminal – DIC recuperaram drogas, um revólver calibre 32, bem como uma pistola calibre 380 municiada e com a numeração de série raspada.

Apesar dos criminosos negarem que a arma apreendida era a utilizada no latrocínio de Paulo, a versão foi desmentida após uma perícia. Na casa do réu, localizada no bairro Tereza Cristina, ainda havia um rádio comunicador que copiava a frequência da Polícia Militar, bem como lacres plásticos.

Preso desde setembro do ano passado, em virtude do assalto ao delegado, a DIC indiciou-o pelo latrocínio apenas no final de abril, após a chegada dos laudos da perícia.

Com informações do site DN Sul

Notícias Relacionadas

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Seis são presos acusados de participação em latrocínio em Treze de Maio