Geral

Lideranças planejam protesto na unidade da JBS em Morro Grande

Fotos: Antonio Rozeng / Comunicação AMREC

Lideranças da região se reuniram para debater a situação da unidade da JBS, que tem previsão de fechamento no fim do mês. O encontro ocorreu na manhã dessa terça-feira (3), na Prefeitura de Morro Grande.

O encontro iniciou com o relato de um representante de um grupo de investidores que pretende comprar a unidade, mas que estaria enfrentando dificultado para fazer a compra. “A JBS está dificultando a venda, pelo que podemos perceber pelo relato. Não haverá negócio enquanto as partes não querem negociar”, afirmou o presidente da AMREC e prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin.

As lideranças querem uma reunião com o governador do Estado e a intervenção do Governo Federal. Conforme o deputado estadual Manoel Mota, que esteve no encontro, haverá uma mobilização tanto em Florianópolis quanto em Brasília para solucionar a questão. “Existem investidores querendo comprar a unidade e estão encontrando dificuldades na negociação junto a JBS, por isso vamos buscar apoio no Governo Federal para solucionar o impasse”, comentou Mota.

A deliberação durante a reunião é que, caso não aconteça a negociação até o dia 10, a unidade seja fechada no dia 11. Protesto deverá envolver trabalhadores, avicultores, lideranças políticas e moradores do município de Morro Grande e da região. Cerca de 750 funcionários trabalham na unidade do município.

Entre as lideranças da AMREC, estava o prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin; o prefeito de Nova Veneza, Rogerio Frigo; o prefeito e o vice de Treviso, Jaimir Comin e Rodrigo Fenili; o vice-prefeito de Forquilhinha, Félix Hobold; e o presidente da câmara de Nova Veneza, Eloir Minatto, o Biro-Biro.

Colaboração: Antonio Rozeng  / Comunicação AMREC 

  • DSC_1044
  • DSC_1050
  • DSC_1066
  • DSC_1070
  • DSC_1056

Notícias Relacionadas

Estacionamento e obra parada são alvos de protesto em Laguna

Entrega voluntária de bebês para adoção é tema de reunião na comarca de Criciúma

O procedimento de entrega voluntária de crianças recém-nascidas para a adoção é previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Projeto Ver retorna ao Sul do Estado com 990 cirurgias de catarata

Nesta quarta-feira (14), iniciam as cirurgias de catarata para 207 pacientes da Amrec, em Nova Veneza, e da Amurel, em Braço do Norte.

Reunião discute medidas para reduzir filas nas agências bancárias, em Içara