Geral

Maio Amarelo: CCR ViaCosteira e ANTT promovem ação em favor do uso do cinto de segurança em ônibus em Criciúma

viacosteira antt cinto segurança

Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em parceria com a CCR ViaCosteira, realizam a ação “Seja o Herói nesta Viagem” que tem como foco orientar motoristas e passageiros de ônibus sobre a obrigatoriedade e importância do uso do cinto de segurança durante a viagem.

A ação acontece nesta terça-feira, dia 16, no Terminal Rodoviário Prefeito Algemiro Manique Barretoem em Criciúma, a partir das 9h.

Durante a realização da ação, os passageiros irão receber um folheto com informações sobre como utilizar corretamente o cinto de segurança, como parte integrante do cronograma de ações do Maio amarelo, sob o tema “No trânsito escolha a Vida’’.

Quer receber as principais notícias da região? Clique aqui e entre no nosso grupo de WhatsApp e fique atualizado de forma rápida e confiável 

Levantamento

Uma pesquisa realizada pela ANTT revelou que seis em cada 10 passageiros não utilizam o cinto de segurança em viagens de ônibus. Vale ressaltar que o não uso do cinto de segurança, obrigatório desde 1999, é considerado infração grave, com multa no valor de R$ 195,23, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), neste caso para o motorista do ônibus.

Segundo estudo da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o uso do cinto no banco da frente reduz em 45% as chances de lesões graves em acidentes e, nos bancos de trás, os passageiros ficam até 75% mais seguros.

Notícias Relacionadas

Dólar fecha em R$ 5,27 com tensões no Brasil e no exterior

Bolsa cai pelo quinto dia seguido e atinge menor nível em cinco meses

Criciúma pode pegar um gigante na terceira fase da Copa do Brasil

Morro dos Cavalos, na BR-101, deve ser totalmente liberado em até 48 horas

O Gerente da concessionária responsável comentou que as adversidades climáticas tornaram extremamente desafiador o trabalho de desobstrução da rodovia

MEC qualifica a UniSatc como instituição comunitária de educação superior

Reconhecimento pela atuação filantrópica e social reafirma sua fundação, que teve o propósito de oferecer assistência social aos operários do carvão e suas famílias