Geral

Maior eclipse lunar do século será visto semana que vem: Lua de sangue

Ele terá duração de 3 horas e 28 minutos.

Divulgação

Na semana que vem teremos o maior e mais longo eclipse lunar do século, e vem depois de uma chuva de estrelas cadentes, de meteoros leônidas.

Na quinta e sexta-feiras, 18-19 de novembro respectivamente, olhe para o céu para ver o eclipse lunar da Lua de Sangue, enquanto a lua cheia desliza pela sombra da Terra. Ele terá duração de 3 horas e 28 minutos.

Mesmo não sendo um eclipse completo, o fenômeno será espetacular: em seu pico, apenas uma pequena porção (2,6%) da lua permanecerá iluminada pelo sol.

Melhores lugares

De acordo com a NASA, o eclipse parcial será visível no mundo inteiro, onde o tempo estiver bom.

Mas a América do Norte terá uma localização privilegiada para assistir ao show lunar.

Segundo a NASA, para as pessoas na costa leste dos Estados Unidos, o eclipse parcial começa um pouco depois das 2 da manhã, atingindo seu máximo às 4 da manhã – é quando você realmente quer observar a lua.

Para quem está na Costa Oeste, o eclipse parcial começa às 23h. Veja aqui os pontos de melhor avistamento.

Este eclipse parcial deve ser um grande exemplo do que é conhecido como Efeito Lanterna Japonesa – em outras palavras, a superfície da lua aparecerá na cor de cobre brilhante.

Chuva de estrelas

Avistar as Leônidas é uma ocorrência anual.

Ele fica na calda do cometa Tempel-Tuttle que leva 33 anos para orbitar totalmente a Terra e por isso leva o nome da constelação de Leão.

O melhor horário para ver as estrelas cadentes será antes do amanhecer de 17 de novembro.

Com informações do Portal GNN

Notícias Relacionadas

Quarta-feira terá Superlua, Lua Azul e Lua de Sangue

Vereadores de Lauro Müller aprovam Proposições, Requerimentos, Projetos de Lei e Projeto de Resolução

No Grande Expediente, oito vereadores aproveitaram para fazer seus pronunciamentos.

Satc Digital e Coopera firmam parceria para a aplicação do ensino corporativo

De forma gratuita, cinco cursos livres foram lançados nesta segunda-feira e estão disponíveis para a comunidade

Número de casos ativos de Covid-19 despenca em SC e índice é o menor em 17 meses

Dados mostram que o Estado vive um momento menos delicado da pandemia, e caminha para um processo de estabilização