Geral

Mais de 20 escorpiões aparecem próximo a creche em SC e provocam alerta

Somente no pátio de uma unidade de educação infantil a prefeitura capturou oito deles e enviou para análise

Divulgação

Ao menos 23 escorpiões foram encontrados pela prefeitura de Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí, nos últimos dias. O animal tem se tornado presença frequente na região do Parque Ecológico Ingo Altenburg, no Centro da cidade. Para tentar evitar acidentes, a Secretaria de Saúde afirma estar intensificando as ações de orientação à comunidade e as capturas noturnas dos aracnídeos.

O trabalho começou na quarta-feira (24), quando uma professora do Centro Educacional Infantil Luciane Haveroth, que fica ao lado do parque, encontrou um escorpião no pátio da creche. Como são animais noturnos e mais fáceis de visualizar no escuro, uma equipe de agentes de endemias esteve no local mais tarde e conseguiu encontrar oito animais.

Todos foram levados para análise e são da espécie Tityus Costatus.

Os profissionais da área da saúde estão percorrendo as ruas do entorno do parque para orientar a comunidade quanto aos cuidados para evitar atrair escorpiões, conta a secretária Aline de Abreu Postais. Também estão sendo feitas ações noturnas de captura.

Nesta terça-feira (30), por exemplo, outros 15 animais foram encontrados na Rua Hugo Haverroth. Os bichos foram encaminhados para análise do Laboratório Central de Saúde Pública, em Florianópolis, para confirmar se são da mesma espécie dos encontrados perto da creche.

A secretária de Saúde diz que o aparecimento de escorpiões ocorre todo ano e se concentra apenas no entorno do parque ecológico. Ela afirma que não há registros, este ano, de acidentes envolvendo escorpiões.

Aline conta que no parque há lagartos, predadores naturais dos escorpiões, e a prefeitura também comprou galinhas da angola e colocou no local para conter a proliferação do bicho.

Recomendações

A prefeitura de Ituporanga está orientando os moradores da região central da cidade a tomarem alguns cuidados, como manter os terrenos e quintais limpos, livres de entulhos e com pontos de armazenagem de lixo bem fechados. Isso porque os escorpiões se abrigam nestes locais e se alimentam de outros animais, como baratas, aranhas, cupins e até mesmo pequenos vertebrados.

Nas ruas onde têm aparecido estes animais, além da limpeza do ambiente, é recomendado fechar as soleiras das portas, cuidar com as frestas nas paredes e manter os ralos vedados.

Ao deitar, a recomendação é para que a pessoa inspecione a cama, os lençóis e travesseiros. Verificar as roupas e sapatos antes de vesti-los, pois os escorpiões têm o hábito de ficar escondidos.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma realiza ação para relembrar um ano de vacinação e início da aplicação em crianças

Há um ano, a primeira dose da vacina contra Covid-19 era aplicada em Criciúma

Criciúma é a única cidade da Amrec a conquistar medalhas de ouro na Obmep

Ao todo, 100 alunos das escolas municipais são premiados com medalhas e menções honrosas, além de quatro professores que também foram destaques

TeleCovid: mais de 1200 atendimentos são realizados no primeiro dia

Serviço de atendimento remoto foi retomado nessa terça-feira

Fiz o Enem, que curso escolher agora? Orientadora profissional comenta afirma que curso precisa ter o DNA de cada um

A resposta pode estar nas questões básicas diárias para compreender as áreas de interesse