Geral

Mais de 700 pessoas são acolhidas em abrigos em Tubarão

O Rio Tubarão estourou em alguns pontos desde a madrugada; veja quais

Divulgação

Em uma noite de apreensão e medo, milhares de tubaronenses foram impactados com a notícia do possível transbordamento das águas do rio, repassada pelo prefeito Joares Ponticelli e pelo coordenador estadual da Defesa Civil, Anderson Cardoso, às 23h desta quarta-feira (04/05).

No meio da tarde as notícias eram as melhores do dia, com a previsão de diminuição dos volumes de chuvas em Tubarão. No entanto, as chuvas que já haviam ocorrido nos municípios que compõem a bacia hidrográfica do Rio Tubarão acabaram chegando com muita força na cidade, elevando o nível para 7 metros, às 4h. Neste nível, em alguns pontos, o rio saiu da calha, provocando alagamentos em alguns pontos do Centro e nos bairros mais baixos.

Os moradores das proximidades do rio foram orientados a deixarem suas casas e procurarem lugares mais altos para se abrigarem. Mais de 700 tubaronenses foram acolhidos em abrigos organizados ou apoiados pela Defesa Civil, mais da metade na Catedral Diocesana, onde passaram a noite.

Durante a noite a Defesa Civil, Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Penal, Exército, Polícia Civil e Guarda Municipal, em forma de força tarefa, atenderam a centenas de ocorrências, principalmente de retirada de famílias de suas casas atingidas pelas águas.
Uma das ocorrências envolveu a ponte Manoel Alves dos Santos, no bairro Morrotes, onde uma balsa que se soltou de uma estrutura, acabou se chocando com a ponte, causando avarias no guarda-corpo. A Defesa Civil interditou o local. Outra intervenção no trânsito, que já ocorre desde a manhã de ontem, é a implantação de uma mão dupla provisória na Avenida Patrício Lima, indo da BR-101 até a Avenida Expedicionário José Pedro Coelho.

Uma queda de energia simultânea no Centro e em alguns bairros deixou milhares de residências sem luz. O retorno ocorreu apenas perto das 3h.

A marcação de 7 metros de cota das águas do rio permaneceu até às 7h, passando a baixar em torno de 5 cm por hora a partir de então. A previsão de chuvas para a região é pequena para as próximas horas, o que deve contribuir com a diminuição do volume do rio. E alguns momentos da manhã o sol chegou a aparecer.

Visita do Governador

O governador Carlos Moisés visitará os locais mais atingidos pelas inundações no início da tarde desta quinta-feira (05). Antes, participa de reunião com o prefeito Joares Ponticelli e autoridades da área de segurança pública, na sede da Defesa Civil do Estado em Tubarão.

O ocupação nos abrigos

Arena Multiuso (Vila Moema) – 47 pessoas

Salão Paroquial (Morrotes) – 50 pessoas

Catedral Diocesana (Centro) – 380 pessoas

Escola Faustina da Luz Patrício (Fábio Silva) – 80 pessoas

Assembléia de Deus (Recife) – 75 pessoas

Salão Paroquial (Passagem) – 45 pessoas

Igreja A Verdade que Liberta (Centro) – 29 pessoas

Centro de Treinamento da Epagri (Cetuba, bairro São Martinho) – 17 pessoas

Total: 723 pessoas

Com informações do HCNotícias e Departamento de Comunicação da Prefeitura de Tubarão

Notícias Relacionadas

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação

PM de Criciúma efetua apreensão de mais de 20 quilos de maconha

A droga foi localizada na noite do último sábado, dia 21