Saúde

Mais um macaco é encontrado morto em Morro da Fumaça

Fato aumenta o alerta para a vacinação contra a Febre Amarela em toda a região Sul de Santa Catarina.

Divulgação

Mais um macaco foi encontrado morto no Sul de Santa Catarina. Este é o sexto caso constatado apenas neste ano na região. Desta vez, o bugio estava no bairro Mina Fluorita, em Morro da Fumaça. Não há a comprovação sobre as causas da morte, já que os exames serão realizados pelas autoridades competentes, mas o alerta para a vacinação contra a Febre Amarela aumenta. A orientação é da Gerência Regional de Saúde de Criciúma. No dia 7, outro macaco foi encontrado em estado de decomposição em Urussanga.

A região já tinha meta de vacinação contra a febre amarela de 95% dos moradores. Segundo dados da Gerencia Regional de Saúde de Criciúma, apenas 60% do público da área foi imunizado. A vacina pode ser tomada em postos de saúde e todas as pessoas entre 9 meses e 59 anos devem se preservar.

Os macacos não transmitem a doença, mas a morte deles pode sinalizar a circulação do vírus na região, caso seja comprovada a causa de morte como Febre Amarela.

Com informações do site DNSul 

Notícias Relacionadas

Governo Municipal divulga calendário para cadastramento relativo ao saque do FGTS dos atingidos pelas chuvas de maio

O atendimento será realizado a partir da próxima terça-feira (22), seguindo até sábado (26), no Centro de Múltiplo Uso, na rua Humberto Salvan, no bairro Esperança.

Familiares de homem morto por motorista de empresa embriagado serão indenizados em Laguna

O homem trafegava de bicicleta pela Estrada Geral do Farol de Santa Marta quando foi atropelado por um caminhão-baú de propriedade da companhia.

Morte de macaco reforça alerta para vacinação contra febre amarela em Siderópolis

Para fazer a vacina não é preciso agendar, basta levar o cartão de vacinação em qualquer sala de vacina.

Dive-SC confirma quarta morte de macaco por febre amarela em SC em 2019

Bugio morreu em Jaraguá do Sul em junho. Macacos não transmitem a doença, mas indicam presença do vírus.