Poder Executivo

Mais uma reviravolta no caso do Banco de Olhos

Foto: Divulgação

Os prefeitos da região carbonífera anunciaram em conjunto, no final de 2017, que assumiriam a gestão do Banco de Olhos, inaugurado nos últimos dias de 2016 mas não posto em funcionamento em Criciúma.

O colunista João Paulo Messer noticia nesta sexta-feira (2), no Diário de Notícias, que a solução sugerida pelo prefeito Clésio Salvaro (PSDB), acatada à época, está agora sendo revista pelos demais prefeitos.

É que Salvaro sugeriu transferir a mensalidade que Criciúma paga à AMREC para o custeio do Banco de Olhos, o que pode gerar abertura de precedente.

Com informações do site DN Sul

Notícias Relacionadas

UTIs na Amurel: Beto lança ideia de aquisição de leitos através do CIS-Amurel e prefeitos aprovam

Mesmo sendo obrigação do Governo do Estado a disponibilização de UTIs, a Amurel chamará a responsabilidade para ter mais um suporte no salvamento de vidas.

Momento preocupante nas regiões da Amrec e da Amurel por causa da forte chuva

Defesa Civil, Bombeiros e Polícia Militar atuam no socorro em várias cidades da região

Projeto Ver retorna ao Sul do Estado com 990 cirurgias de catarata

Nesta quarta-feira (14), iniciam as cirurgias de catarata para 207 pacientes da Amrec, em Nova Veneza, e da Amurel, em Braço do Norte.

Audiência pública nesta sexta-feira discute pedágio em São João do Sul

Prefeitos das 27 cidades da Amesc e da Amrec já enviaram ofício à ANTT repudiando a cobrança em São João do Sul.