Sem Categoria

Maquinário quebrado dificulta andamento dos trabalhos em Jacinto Machado

A maior parte do maquinário está quebrado ou apresenta problemas mecânicos.

A situação das máquinas e equipamentos da prefeitura de Jacinto Machado está dificultando os trabalhos da Secretaria de Obras. A maior parte do maquinário está quebrado ou apresenta problemas mecânicos. O secretário de Obras Vânio de Melo fez um levantamento dos prejuízos e busca soluções imediatas para os problemas junto ao prefeito João Batista Mezzari, o Gaiola.

As maiores dificuldades em relação a situação do maquinário são enfrentadas pelas secretarias de Obras. "Num total de quatro caminhões caçamba, apenas dois estão trabalhando, mas também apresentam problemas como pneus carecas e falta de manutenção. Assim como o caminhão muque, que está passando por revisão completa. As motoniveladoras, conhecidas patrolas, duas estão funcionando devido reparos e a terceira está sem condições de uso. Das seis retroescavadeiras, metade está estragada. Há também estacionado na garagem da prefeitura uma escavadeira hidráulica e uma carregadeira que não funcionam e os ônibus estão passando por revisão para o retorno às aulas marcado para o dia 16 de fevereiro",relata o secretário.

Segundo o secretário Vânio, há um mês quando assumiu a pasta ele encontrou máquinas sucateadas, bem diferentes da versão apresentada à população no final de 2016. “Infelizmente mais da metade das máquinas e equipamentos não estão em condições de uso e isso atrasa nosso trabalho. Temos muito a fazer e precisamos, primeiro, organizar o setor, rever as peças de cada máquina e passar cada uma por uma revisão geral”, comenta.

Vânio informa que fez um levantamento e apresentou os dados ao prefeito Gaiola, com a real situação dos equipamentos e máquinas. “Recebemos caçambas sem pneus, patrola sem lâmina, vidros quebrados, pára-choques arrancados, falta de peças como esmerilhaderas, furadeiras, carburador de moto, pneus de patrola, estepe de caminhão, o que causou muitos transtornos iniciais”.

Mesmo com as dificuldades iniciais, Vânio já começou os trabalhos de manutenção das estradas, limpeza das ruas com pintura e varrição. “O próximo passo é fazer a reforma das pontes de madeiras no interior, pois já está se aproximando a safra do arroz e é preciso as vias estarem bem conservadas para garantir agilidade no escoamento da produção agrícola do nosso município”, reforça o secretário.

Colaboração: Assessoria de Imprensa Jacinto Machado

  • 78f7e4c7cc38023ba1957f24262c23e1
  • 70d613bb14844356816ff2a96e5360ef
  • 79eae80759cb66ba7c1ed85f9d9a8a76
  • b5542ef2151b2ca636fcb253ce3beaf9