Segurança

Marcações de assaltantes em casas é boato, alerta a Polícia

Adesivos seriam utilizados por ladrões para classificar níveis de facilidade ao invadir uma residência.

Nos últimos dias, vem circulando nas redes sociais da região uma imagem que supostamente teria sido divulgada pela Secretaria de Segurança Pública e que traz informações sobre adesivos que seriam colados por assaltantes nos muros e portões das residências.

De acordo com a imagem em reportagem do Portal Satc, os adesivos trariam vários símbolos diferentes utilizados pelos criminosos a fim de criar um esquema de comunicação. Cada símbolo representaria as dificuldades ou facilidades de assaltar as casas marcadas.

Setas apontando para cima ou para baixo, por exemplo, indicariam “fácil de assaltar pela manhã” e “fácil de assaltar a noite”, respectivamente.

A recomendação do delegado da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Criciúma, Antônio Márcio Campos Neves, é de que, ao receber esse tipo de imagem, a pessoa entre em contato com a Delegacia de Polícia, através do 190.

O delegado acrescenta ainda que não recebeu nada que oficializasse o rumor. “Já ouvi boatos desse tipo há anos, mas geralmente não passa disso. O importante é sempre a prevenção. O correto é avisar os vizinhos e a polícia caso haja suspeita de assaltantes rondando a residência, assim dá para evitar a ação dos criminosos”, completa.

O brasão da Secretaria de Segurança Pública utilizado no alerta é o do estado de São Paulo, e há rumores de que a imagem já circule pela internet desde 2006, o que a caracteriza como “hoax”, que é uma palavra inglesa traduzida como “fraude” para a Língua Portuguesa. Geralmente as mensagens caracterizadas como hoax possuem um ciclo: surgem, somem sem deixar vestígios e reaparecem algum tempo depois.

Caso a informação fosse verdadeira, poderia ser encontrada nos sites das Secretarias de Segurança Pública, além de ser repassada para as Delegacias Regionais de Polícia. Até o momento da publicação desta matéria nenhum aviso oficial foi encontrado.

De acordo com o site E-Farsas, famoso por desmascarar mistérios e outros assuntos que rondam a internet, a imagem voltou a circular novamente em 2011. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo nunca emitiu nenhum alerta do tipo.

Outra versão do aviso também circulou a internet no final de 2012. A imagem traz informações semelhantes a que circula atualmente pelas redes sociais, com a diferença de que os símbolos seriam pichados nos muros ao invés de adesivos.

De acordo com o site Boatos.org, características comuns de hoax podem ser percebidas no texto, como erros de português, uso das letras maiúsculas para chamar mais atenção e também pedidos de compartilhamento e divulgação.

Com informações do Portal Satc – Fagner Santos /Prof. orientador Cláudio Toldo (SC0640JP)

  • 7d31a1cf1da6d69d73ccb355026c42f9
  • ffac002ad7b3c4f9e34c0f1a22e81cc9