Geral

Maré alta causa risco de alagamentos em Santa Catarina

Florianópolis já registra pontos de alagamentos na tarde desta segunda em áreas do Sul da Ilha, onde o trânsito está lento em alguns pontos por conta da água na pista. Segundo o oceanógrafo da Epagri, Argeu Vanz, as áreas mais baixas de outras cidades catarinenses também devem ser atingidas

Divulgação

Santa Catarina tem risco de alagamentos por conta da maré alta a partir desta segunda-feira (26) até as 20h de terça (27). O alerta é da Epagri/Ciram, que também aponta nove cidades que devem ser atingidas: Florianópolis, Balneário Camboriú, Itajaí, Imbituba, Balneário Rincão, Joinville, Barra Velha, São Francisco do Sul e Itapoá.

Florianópolis já registra pontos de alagamentos na tarde desta segunda em áreas do Sul da Ilha, onde o trânsito está lento em alguns pontos por conta da água na pista. Segundo o oceanógrafo da Epagri, Argeu Vanz, as áreas mais baixas de outras cidades catarinenses também devem ser atingidas. 

Veja os locais e horários de pico das marés

Divulgação

O oceanógrafo explica que os alagamentos, no entanto, não devem ser tão fortes como a ressaca que atingiu Balneário Camboriú neste final de semana, provocada pela tempestade subtropical Potira.

— É um pouco diferente do que aconteceu em Balneário Camboriú neste final de semana. Aquele alagamento teve mais a ver com ondas do que com a própria maré. A previsão agora é de ondas baixas. Teremos apenas uma elevação da água que vai invadir algumas ruas e afetar o trânsito — explica.

Segundo a Epagri, a maré alta é causada por conta de um ciclone extratropical em alto mar, na altura do litoral do Uruguai, que está criando uma pista de vento sul bem forte. Isso faz com que a água seja jogada para a costa.

Além disso, estamos em período de superlua, quando a lua está mais perto da terra, provocando maré alta.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

São Ludgero antecipa para amanhã (22) a segunda dose da vacina contra Covid-19 para pessoas com agendamento

A Sala de Vacinas funciona na ESF Margem Esquerda das 7 às 16 horas sem fechar ao meio-dia de segunda a sexta-feira

Turmas do 9º ano aprendem a fazer sabão caseiro

Alunos reaproveitaram o óleo usado dentro da proposta da economia circular

Homem chama enfermeira de ”verme” nas redes sociais e é condenado em SC

Mulher foi xingada de "verme" e "escrota" nas redes sociais

Em São Ludgero pais devem ficar atentos às datas para rematrículas e matrículas de seus filhos para 2022

Para as rematrículas, os pais ou responsáveis já receberam todas as informações via agenda escolar, grupos de Whatsapp das escolas e também estão disponíveis no Instagram