Geral

Melhor em Casa: programa inicia as atividades em Braço do Norte

Também participaram do evento representantes da Câmara de Vereadores, do Hospital Santa Teresinha, colaboradores da Secretaria de Saúde e membros dos conselhos de Saúde

Divulgação

Braço do Norte conta, a partir de hoje, com mais um programa inovador: o Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) – Melhor em Casa. A abertura oficial aconteceu na sede, localizada na rua Santa Augusta, no Centro, na manhã desta segunda, 29.

O secretário de Saúde, Sergio Arent, explicou a maneira como o Melhor em Casa deve ser acessado. “Para a utilização do programa é necessária a solicitação do hospital em que o paciente estiver internado ou através de solicitação da equipe de Saúde da Família ou Atenção Básica”.

Conforme o prefeito, Beto Kuerten Marcelino, a preparação da equipe e sede ocorreu em tempo recorde. “A equipe da Secretaria de Saúde, incluindo a Redeh, está de parabéns, pois foi um desafio colocar tudo em funcionamento em tão pouco tempo”, comentou.

Ele também agradeceu ao deputado federal Ricardo Guidi, que esteve presente no evento, pela mediação da audiência com o Ministério da Saúde, em Brasília, o que agilizou os procedimentos.

“Recebemos a notícia do deferimento do programa por parte do Ministério da Saúde em agosto, durante uma viagem a Brasília, em audiência mediada pelo amigo deputado Ricardo Guidi. Este foi o momento que iniciamos, com muita celeridade e responsabilidade, os trâmites para colocar o Melhor em Casa à disposição da população que necessita deste cuidado”, enfatizou.

O SAD – Melhor em Casa atende pessoas que necessitam de internação, mas que o estado de saúde permite o tratamento em casa. O que determina a inclusão no serviço é o tipo de cuidado que ele exige e os cuidados necessários para a recuperação do paciente. “Um programa pioneiro, que visa melhorar a qualidade de vida dos pacientes do Município e atender aquelas pessoas que se encontram acamadas, com dificuldades de locomoção ou que fizeram uma cirurgia, por exemplo, mas que podem ficar em casa”, explicou Beto.

A equipe é formada por uma enfermeira coordenadora (Mislene B.G. Sarzana), uma médica (Sara Izabel C. Henrique), uma nutricionista (Katharine Leal), uma psicóloga (Arielly Marques Vidal), três técnicas de enfermagem (Christiana da Silva Costa, Irma Volpato e Solange de Oliveira Moraes), uma fisioterapeuta (Isabela Nola da Silva) e um motorista (Nilso Oenning) e a estrutura conta com uma ambulância e um carro.

Também participaram do evento representantes da Câmara de Vereadores, do Hospital Santa Teresinha, colaboradores da Secretaria de Saúde e membros dos conselhos de Saúde.

Notícias Relacionadas

Projeto ‘Contando e Encantando’ do Colégio Satc destaca a importância de unir comunicação e leitura

Estimular a imaginação na primeira infância é primordial para o desenvolvimento físico, cognitivo e socioemocional das crianças

Prazo de inscrições para o Enem 2022 termina amanhã

Pagamento da taxa de inscrição pode ser feito até 27 de maio

Travesti é assassinada a tiros no meio da rua em SC

Polícia esteve no local e conversou com testemunhas, mas ninguém foi preso

Incêndio em Canasvieiras deixa uma pessoa morta

Residência pegou fogo na noite de quinta-feira (19); vítima não foi identificada