Segurança

Menina de sete anos é assassinada pelo padrasto em SC e homem é morto horas depois

Segundo a Polícia Militar, crime ocorreu porque o suspeito não aceitava fim do relacionamento com a mãe da vítima

Divulgação

Uma criança de sete anos foi assassinada pelo padrasto na noite desta segunda-feira (30), em Itajaí, no Litoral Norte. O crime teria ocorrido, segundo a Polícia Militar, porque o homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da vítima.

O suspeito chegou a fugir do local e câmeras de segurança flagraram ele deixando a casa da ex e da criança. Mais tarde, o homem entrou em confronto com a Guarda Municipal e acabou morto.

De acordo com a PM, médicos confirmaram que a menina foi degolada. Ainda segundo a polícia, ele teria cortado os dedos do outro filho da mulher, de 16 anos. Ele está em estado estável.

O autor era servidor público da prefeitura de Itajaí.

Além disso, ele tinha registro de ocorrência contra o pai das vítimas, em 2017, por ameaça. O município afirmou em nota que o crime ocorreu “fora do ambiente de trabalho, após o expediente” e que a administração municipal fica “à disposição dos órgãos de investigação criminal” para ajudar na investigação.

Inicialmente a Polícia Militar havia informado que a menina teria sido estuprada pelo padrasto. O laudo da Polícia Científica, porém, não confirma essa informação e familiares negam que o crime sexual tenha ocorrido.

A Polícia Civil investigará o caso.

Confira a nota da prefeitura divulgada nesta terça

“O Município de Itajaí lamenta profundamente o falecimento da aluna da Rede Municipal de Ensino, (…), de 07 anos, assassinada nesta segunda-feira (30). A estudante (…) será lembrada por todos, colegas, professores e demais funcionários da unidade, como uma menina meiga, carinhosa, inteligente e muito simpática.

A criança faleceu após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Cordeiros com possíveis ferimentos de arma branca. A equipe de plantão prestou atendimento imediato, no entanto a menina não resistiu e faleceu. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para demais investigações. Os familiares que estiveram na UPA com a criança também receberam todo suporte necessário dos profissionais de saúde.

A menina será velada nesta terça-feira (31) no Cemitério da Fazenda. O sepultamento está previsto para as 17h.

Neste momento de dor, o Município de Itajaí se une à família (…) e toda comunidade escolar e presta solidariedade por esta inestimável perda. Também se coloca à disposição para fornecer amparo psicológico e os encaminhamentos necessários aos familiares, por meio das unidades de saúde.

(…)

O suspeito de assassinar a estudante era servidor da Secretaria Municipal de Saúde desde 2007 e o crime ocorreu fora do ambiente de trabalho, após o expediente.

O Município de Itajaí repudia qualquer ato de violência e esclarece que este tipo de conduta não condiz com o perfil dos servidores públicos municipais.

A administração pública municipal está à disposição dos órgãos de investigação criminal para auxiliar no caso e prestar todas as informações necessárias.

O Município informa também que a Guarda Municipal de Itajaí participou, na noite de segunda-feira (30), da perseguição ao suspeito de assassinar a estudante de 07 anos. A guarnição realizou buscas em uma área de mata na rua Pedro Reis, cruzamento com a rua José Balduíno, no loteamento Portal 2. Durante a ação, o homem resistiu à prisão, investiu com uma faca contra um dos guardas que realizava o cerco e acabou baleado em confronto. O serviço de emergência foi chamado, porém o suspeito morreu no local. O Instituto Geral de Perícias, a Polícia Militar e a Polícia Civil também foram acionados.”

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Balneário Rincão ganha rota gastronômica com 26 locais para conhecer

Iniciativa faz parte do Plano Municipal de Turismo e visa transformar a cidade em um destino turístico durante o ano inteiro

Região Sul do país tem melhora nas desigualdades sociais em saúde, diz FioCruz

Mesmo com a “ligeira redução”, como define a FioCruz, 65 dos 84 municípios que estiveram classificados na lista dos mais desiguais da Região Sul no início da pandemia permanecem nessa condição

SC tem aumento de 271% dos casos confirmados de dengue no 1º semestre de 2022

No Estado, 77 pessoas tiveram mortes confirmadas pela dengue neste ano

Criança de 2 anos é atropelada por ônibus em SC

Bombeiros informaram que a menina teve ferimentos graves e foi levada ao hospital; ela sofreu fraturas expostas