Geral

Menino de 13 anos morre por covid-19 em Santa Catarina, diz Governo do Estado

A prefeitura da cidade onde o adolescente morava alega que foi realizado apenas um teste rápido e trata o caso como investigação.

Divulgação

No boletim do coronavírus deste sábado (23), o Governo do Estado divulgou que Santa Catarina chegou a 103 mortes por covid-19. Entre os três novos óbitos consta um menino de 13 anos de Dionísio Cerqueira.

O óbito aconteceu por volta das 17h na última sexta-feira (22). Segundo informações o adolescente que morava com os avós, sofreu um mal súbito enquanto brincava com amigos. Ele deu entrada no Hospital de Guarujá do Sul já sem vida.

A suspeita de coronavírus aconteceu durante a autopsia. O garoto tinha coágulos no coração, fato visto em outras vítimas da doença, por esse motivo foi realizado um teste rápido de covid-19, que deu positivo. Tendo em vista que o teste rápido não tem 100% de eficácia, coletou-se material para ser encaminhado ao LACEN em Florianópolis, para realização do exame definitivo.

A prefeitura de Dionísio Cerqueira alega que enviou o material neste sábado (23), às 14h, para a Capital do Estado e que a previsão do resultado definitivo seria divulgado na próxima terça feira (26).

A Secretaria Municipal de Saúde do município realizou teste rápido nos familiares do adolescente e todos testaram negativo. A despeito disso, por cautela, toda a família foi colocada em isolamento, até que se tenha o resultado definitivo do exame a ser realizado pelo LACEN.

Ainda de acordo com a prefeitura, o adolescente era saudável, não tinha nenhuma comorbidade e sequer apresentava sintomas compatíveis com COVID-19.

Em nota o município de Dionísio Cerqueira, insiste que ao contrário do que foi divulgado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, ainda não se pode afirmar com certeza que a causa da morte do adolescente foi covid-19, já que isso depende da divulgação do resultado do exame que será realizado pelo Lacen. Para a prefeitura o caso encontra-se em investigação.

Relatório Oficial do Governo do Estado de Santa Catarina

Santa Catarina tem 6.607 pacientes com teste positivo para Covid-19, dos quais 3.855 já estão recuperados e 2.649 permanecem em acompanhamento. O boletim atualizado foi divulgado neste sábado, 23, pelo Governo do Estado. Desde o início da pandemia, 103 óbitos já foram causadas pelo novo coronavírus. A taxa de letalidade atual é de 1,56%. O Brasil volta a ser 3° país com mais casos no mundo.

Entre as mortes mais recentes está a de um menino de 13 anos, de Dionísio Cerqueira, e de duas mulheres, uma de 49 anos, de Rodeio, e uma de 87, de Florianópolis. Somente a última paciente tinha registro de comorbidades.

As cidades de Capinzal, Corupá, Guarujá do Sul, Ibicaré, Jupiá, Marema, Monte Carlo, São João do Sul e São Joaquim entraram na lista das que já têm pelo menos um caso confirmado, que agora tem 188 municípios. A maior quantidade de pacientes com Covid-19 está em Chapecó, que contabiliza 677 casos, seguida por Florianópolis (634), Blumenau (499), Concórdia (475), Joinville (383), Criciúma (345), Balneário Camboriú (281), Itajaí (263), Navegantes (214) e São José (127).

Atualmente, há 1.210 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 753 estão ocupados, sendo 105 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A taxa de ocupação geral é de 62,2% e há 457 leitos disponíveis atualmente.

Houve uma redução no número de casos de alguns municípios, como Florianópolis e Blumenau, porque a integração de dados entre os sistemas que atualizam as informações na plataforma Boa Vista, utilizada pelo Governo do Estado, pode gerar duplicidades.

Com informações do site Camburiú News

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina