Geral

Meteoro “bola de fogo” é registrado por estação em SC

Fenômeno é conhecido desta forma por causa da intensidade do brilho

Divulgação

Um meteoro “bola de fogo” foi registrado por uma estação de monitoramento de Monte Castelo, no Planalto Norte de Santa Catarina. O fenômeno, conhecido desta forma pela intensidade do brilho, foi flagrado na madrugada da última quarta-feira (13). As informações são do g1.

O astrônomo amador Jocimar Justino, da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon) explicou que o céu estava encoberto durante a noite, mas as nuvens se dispersaram momentos antes do evento para que as imagens fossem registradas às 0h47.

– O céu apresentava muita nebulosidade, motivo pelo qual outras estações em outras cidades não registram este meteoro. Porém, aqui, o céu se abriu pouco antes e voltou a fechar logo depois – detalhou ao g1.

Segundo ele, os meteoros bola de fogo têm magnitude superior a -4. Isso indica que o brilho é considerado similar ao do planeta Vênus. Justino diz que a estimativa é de que a rocha espacial tenha começado a brilhar sobre o município de Curitibanos, no Meio-Oeste e desaparecido próximo a Anita Garibaldi, no Oeste de SC.

– Geralmente essas rochas espaciais entram na atmosfera entre 40 mil e 240 mil quilômetros por hora. Provavelmente, esse em específico, se desintegrou totalmente durante a entrada na atmosfera – explicou Justino.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Adolescente diz que está sendo ameaçado e polícia descobre farsa em SC

Crime foi registrado no interior do município de São Miguel do Oeste, no Extremo-Oeste do Estado

Homem agride mulher dentro do carro, perde controle e bate em poste em SC

Caso foi atendido pela Polícia Militar em São Miguel do Oeste; mulher foi levada ao hospital com hematoma no rosto

Após 52 dias em greve, médicos peritos do INSS voltam a trabalhar hoje

Cada médico poderá fazer até 12 atendimentos por dia

Polícia Militar apreende mais de 22 kg de maconha em Criciúma

Na residência não havia indícios de estar habitada, fato que não possuía nenhum móvel.