Poder Legislativo

“Meu principal objetivo é o trabalho social”, afirma presidente do time profissional de futebol de Orleans

Ivanir Soliman Câmara de Vereadores de Orleans

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Ivanir Soliman e Roberval Medeiros Pedroso, que estão à frente do time que representará Orleans no Campeonato Catarinense de Futebol Profissional – Série C, utilizaram a tribuna livre da Câmara de Vereadores para falar sobre o projeto.

“Meu principal objetivo é o trabalho social. No registro da Federal Catarinense, é exigido que todos os jogadores com menos de 17 anos frequentem a escola. Além disso, eu defendo que, independentemente do credo ou religião, têm que frequentar uma igreja, eu sou bem franco quanto a isso. Vamos trabalhar com a juventude. Por isso, precisamos contar com o apoio ao esporte da Prefeitura e da Câmara de Vereadores”, afirmou Ivanir Soliman.

O presidente do C.E.C. Orleans falou ainda das necessidades para manter os trabalhos. “A Federação Catarinense de Futebol está abraçando esta ideia em Orleans porque há bastante jovens aqui. Não será apenas jogar profissionalmente, pretendemos envolver jovem de 14 e 15 anos em jogos com Criciúma e Tubarão. Para isso, precisamos que o campo esteja em ordem e de ônibus para transporte. Como presidente do clube, não estou aqui pedindo dinheiro, mas expondo nossas necessidades para realizarmos um bom trabalho”, disse.

educador físico Roberval Medeiros Pedroso Câmara de Vereadores de Orleans

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

O educador físico Roberval Medeiros Pedroso, o Val, por sua vez, explicou que a população poderá colaborar de duas maneiras. “Há a Lei de Incentivo ao Esporte. Este projeto já está na fase final. Por meio dele, empresas maiores de lucro real podem abater até 1% do Imposto de Renda e reverter para o projeto. Pessoas físicas também podem deduzir até 6%”. Dessa forma, pessoas ou empresas podem invistir parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte

“Agora, estou enviando para Florianópolis o projeto de contribuição através da fatura de energia elétrica”, completou. Assim que ambas as iniciativas forem concluídas, mais informações serão divulgadas. “É com grande felicidade que viemos aqui hoje fazer essa explanação e pedir apoio de vocês e da população. Orleans nunca contou com um time profissional. Por isso, todos nós ganhamos com isso”, concluiu.

Os vereadores parabenizaram os dois profissionais e se colocaram à disposição. Udir Luiz Pavei, o Dija, Paulo Canever, Antônio Dias André, o Geada, e o presidente da Casa Legislativa, Lucas Librelato, se manifestaram à favor do projeto.

  • IMG_1091
  • IMG_1096
  • IMG_1100
  • IMG_1105
  • IMG_1103
  • IMG_1108
  • IMG_1111

Notícias Relacionadas

Associação Atlética de Orleans precisa de apoio para fazer ainda mais história no futebol orleanense

Presidentes das ACIs do Extremo Sul se reúnem para Plenária da Facisc, em Orleans

Próspera lança plano de sócio para a temporada

Neste primeiro momento, três tipos de modalidades estão disponíveis para a torcida.

Em jogo emocionante, Criciúma bate o Avaí em casa; VEJA GOLS

Na reta final do confronto, Andrew, aos 37 minutos, fez o terceiro e garantiu a vitória criciumense.