Saúde

Ministério da Saúde lança campanha de combate ao Aedes aegypti

Mosquito é transmissor da dengue, zika e chikungunya

Divulgação

O Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (24) a Campanha de Combate ao Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, doenças que podem gerar outras como a microcefalia e a síndrome de Guillain-Barré.  

De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, de janeiro até setembro deste ano, foram notificados 928.282 casos prováveis (taxa de incidência de 441,7 casos por 100 mil habitantes) de dengue no Brasil.

Os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem ser confundidos com outras mais comuns, como gripes e resfriados. Por isso, é importante estar em alerta e, em caso de sintomas, procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados.

No verão, com as chuvas, aumenta a proliferação do mosquito, que se reproduz em água limpa e parada.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Soldado Esmeraldino pode receber alta na próxima semana

Esmeraldino não teve mais manifestações de crises convulsivas ou outras alterações de gravidade.

Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca

Laboratório quer garantir imunização antes da chegada de matéria prima.

HSJosé realiza primeira cirurgia de transplante de tecido ósseo pelo SUS

Instituição que é a primeira do Sul do Estado autorizada para realizar o procedimento, foi credenciada em dezembro para a realização de Transplantes de Tecido Músculo Esquelético.

Criciúma chega a 250 óbitos por coronavírus

O paciente era residente do município