Geral

Ministério melhora previsão de queda da economia

Previsão de recuo do PIB passou de 4,7% em setembro para 4,5%

Divulgação

O Ministério da Economia espera por queda menor na economia este ano. A previsão de recuo do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 4,7% em setembro para os atuais 4,5%, segundo o boletim MacroFiscal, divulgado hoje (17) pela Secretaria de Política Econômica, em Brasília. Para 2021, a previsão foi mantida em 3,2%.

“Conforme destacado no último boletim, a forte recuperação da indústria e varejo foram confirmadas. As pesquisas mensais do IBGE para estes setores mostraram que o crescimento no

terceiro trimestre de 2020 superou a taxa de 20%, apontando que a indústria e o varejo ampliado recuperaram os níveis do começo do ano. O setor de serviços também apresentou bom desempenho após a forte retração no segundo trimestre de 2020, no entanto, vale destacar que a produção dos serviços está bem aquém ao nível de fevereiro deste ano”, disse o governo.

Inflação

A projeção de taxa de inflação – medida por meio da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – para 2020 é de 3,13%. Em setembro, a previsão estava em 1,83%

“Novamente, o principal responsável pela elevação da projeção é o preço dos alimentos. A evolução do IPCA [a inflação oficial do país] ao longo do ano mostra que a taxa acumulada em 12 meses do grupo Alimentação no Domicílio, após atingir um valor mínimo de 5,06% em março, acelerou até alcançar 18,41% em outubro (último dado disponível).

Contudo, o comportamento das demais categorias de produtos continua contribuindo de forma a manter a variação do índice geral dentro do intervalo de tolerância [da meta de inflação para este ano]”, disse.

Atualmente, a meta de inflação é de 4% ao ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Rodrigo Hilbert fará pedal na Serra do Corvo Branco neste sábado (16)

Apresentador catarinense vai subir a serra com outros ciclistas

Morre o fundador das Lojas Colombo, Adelino Colombo, aos 90 anos

Empresário criou há mais de 60 anos a empresa que também tem unidades em SC

Prefeitura de Criciúma abre edital para participação na Feira do Livro

Comerciantes têm até o dia 26 para se inscreverem para exposição que ocorrerá em novembro

Em Tubarão, governador apresenta investimentos para aeroportos do Sul

Na ocasião, ele também se comprometeu a firmar um convênio com o município de Tubarão, para viabilizar a fiação subterrânea na rua Lauro Müller