Geral

Ministério Público e UniSatc firmam Termo de Cooperação para ampliar acolhimento a vítimas de violência

Acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda criaram conteúdos em texto e vídeo visando a prevenção da violência contra mulher

Foto: SATC

Com o objetivo de ampliar atividades que começaram em sala de aula, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e o Centro Universitário UniSatc firmaram um Termo de Cooperação para divulgar os esforços de acolhimento e apoio a vítimas de crimes. A ação permitirá que uma iniciativa, que começou na disciplina de Estudos Culturais, nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, se expanda para envolver outros cursos e disciplinas, fortalecendo a rede de apoio às mulheres vítimas de violência.

O Núcleo de Atendimento a Vítimas de Crimes (Navit) do MPSC, guiado pela palavra “acolhimento”, está no centro desta colaboração. “Essas questões que envolvem a mulher e o tema violência são discutidas amplamente. Neste semestre, ampliamos a proposta unindo disciplinas de Telejornalismo, Novos Negócios em Comunicação e Fundamentos da Mídia, resultando em conteúdos que podem ser utilizados pelo MP e outros segmentos como ferramentas de informação”, explica a coordenadora do curso de Jornalismo da UniSatc, Marli Vitali.

Inicialmente, a proposta envolvia palestras com o promotor de justiça e a psicóloga da UniSatc, esclarecendo dúvidas dos alunos. Agora, os alunos produziram cartilhas e vídeos informativos que serão usados para educar e prevenir a violência contra mulheres. “Nós não temos serviços na área da saúde, mas estamos contribuindo com formação e informação. Se uma mulher vítima de violência procurar a Satc em busca de apoio, nós temos que fazer esse encaminhamento para os órgãos corretos”, esclarece a coordenadora.

Estiveram presentes na assinatura do termo o pró-reitor da UniSatc, Jovani Castelan, e o coordenador do curso de Publicidade e Propaganda, Gutemberg Geraldes. O reitor da UniSatc, Carlos Antonio Ferreira, destacou a importância da parceria. “A instituição está sempre à disposição do Ministério Público.

Essa parceria é fundamental e enriquece muito o trabalho feito pela UniSatc, além de ser transformadora para os acadêmicos. Vamos trabalhar para abrir essas possibilidades de parcerias com projetos como este para outros cursos também”, afirmou Ferreira.
O Promotor de Justiça Samuel Dal Farra Naspolini, que coordena o Navit Sul, ressaltou a importância da colaboração. “Para o Ministério Público, pactuar com a Satc nos traz credibilidade com a região. O número de medidas protetivas explodiu após a pandemia, por isso, falar sobre prevenção e levar a mensagem para os acadêmicos é fundamental”, ressaltou Naspolini.

Com a assinatura do Termo de Cooperação, a UniSatc se une a uma rede de entidades e instituições que fazem parte do Navit, oferecendo apoio crucial às mulheres vítimas de violência. Este acordo simboliza um passo significativo na luta contra a violência de gênero, destacando o papel essencial da educação e da informação na prevenção e no combate a este grave problema social.

Notícias Relacionadas

Governo de SC autoriza a concessão de uso e exploração do Mirante da Serra do Rio do Rastro

O governador Jorginho Mello destacou a importância do projeto para o desenvolvimento econômico e turístico da região.

Colégio Satc promove espaço de orientação com projeto ‘Conexão Família’

Proposta envolve encontros com temáticas que impactam no desenvolvimento educacional dos alunos

ACIO promoverá capacitação sobre como solucionar conflitos, em Orleans

O treinamento será ministrado pela especialista Paola Oliveira, nos dias 24 e 25 de junho.

Homem é preso com drogas dentro de casa em Orleans

Ele foi encaminhado ao Presídio Santa Augusta