Geral

Modelo de Excelência em Gestão de Criciúma é apresentado e encaminhado ao Ministério da Economia

Validação do ministério facilitará a obtenção de recursos junto ao Governo Federal

Divulgação

A equipe da Prefeitura de Criciúma apresentou o Modelo de Excelência em Gestão (MEG) do governo municipal para os secretários, diretores, coordenadores e convidados. Além da apresentação dos sete fundamentos e o plano de melhoria da gestão, o programa foi enviado para validação externa do Ministério da Economia. O encontro ocorreu na última quarta-feira (29), no Salão Ouro Negro, do Paço Municipal Marcos Rovaris.

Durante sete semanas, os profissionais estiveram à frente da implantação do MEG. “Nós fizemos realmente um ‘garimpo’ na prefeitura, buscando identificar as boas práticas na gestão e conseguimos respostas para, pelo menos, 95% das questões relacionadas aos sete fundamentos. Acreditamos que vamos ter um bom resultado e enviamos para validação com muita confiança e orgulho do trabalho que realizamos”, frisou a gestora municipal de convênios e coordenadora do MEG, Caroline Brunel Matias.

O grupo elencou algumas melhorias de gestão ao governo municipal, como elaborar um plano para criação e implementação do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) e ampliação do projeto de robótica para atender 1,5 mil estudantes e a construção de dez salas maker por ano, para o desenvolvimento desse projeto até 2023, entre outras iniciativas.

“É muito importante para o nosso município implantar o MEG, pois contribui muito para alcançarmos uma excelência na gestão. Ficamos muito felizes com o resultado final e com empenho da equipe. Além disso, dependendo da nossa avaliação final, podemos ter mais facilidade para obter recursos junto ao Governo Federal”, explicou o secretário-geral, Vagner Espíndola Rodrigues.

MEG

O MEG possui sete fundamentos: governança, orientação em processos, capital intelectual, sustentabilidade, compromisso com as partes interessadas, estratégias e planos e geração de valor público.

Os municípios com mais de 50 mil habitantes, como Criciúma, precisam implantar o modelo. Foi necessário responder todos os questionários relacionados aos sete fundamentos até a data prevista. Com encaminhamento do programa ao órgão federal, será gerado uma pontuação de 0 a 100 pontos. Essa pontuação poderá interferir no recebimento dos recursos por parte do Governo Federal.

Notícias Relacionadas

Engenheiro da Famor esclarece aos vereadores de Orleans sobre trabalhos realizados

Na Ordem do Dia, foram aprovados Projeto de Lei Complementar, Moção de Apoio, Requerimento e Indicação.

Um projeto de lei e seis proposições pautam sessão do Legislativo de Lauro Müller

Atletas de Muay Thai, Karatê e Jiu Jitsu de Criciúma conquistam pódio em competições

Disputas foram no Rio de Janeiro e em Videira

“Ela era o tesouro da vida dele”, diz tia de policial morto pela filha em SC

Neife Werlang, de 46 anos, foi morto na sexta-feira (18) em São Miguel do Oeste; duas suspeitas estão apreendidas em Chapecó