Geral

Moisés decreta luto oficial pelo falecimento do presidente da Cidasc

Plínio de Castro morreu aos 60 anos

Divulgação

O governador Carlos Moisés decretou luto oficial de três dias em homenagem ao presidente da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), Plinio de Castro, falecido aos 60 anos. Plinio teve morte encefálica constatada na manhã deste sábado, 29. Ele estava internado no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó.

O governador irá comparecer ao velório, no CTG Mate Amargo, em São José do Cedro, neste domingo, 30, às 10h. O chefe do Executivo estadual manifesta pesar pela perda e se solidariza com a família e amigos neste momento de dor.

“Profundamente consternado com o falecimento de Plínio de Castro, nosso presidente da Cidasc e ex-prefeito de São José do Cedro. Decretei luto oficial de três dias. Que Deus o receba e conforte familiares, amigos e a todos que tiveram o privilégio de conhecê-lo”, disse Carlos Moisés.

Ex-prefeito de São José do Cedro, Plínio passou mal em sua residência no município no último dia 17. Exames médicos mostraram que a ruptura de um aneurisma levou a um acidente vascular cerebral ( AVC).

Trajetória

Nascido em Palmeira das Missões (RS) em 29 de julho de 1961, Plinio mudou-se para Santa Catarina em 1984. Em sua vida pública, ocupou posições de destaque, como Secretário de Estado para o Desenvolvimento do Oeste (2001-2002) e Prefeito de São José do Cedro (2013-2020). Ocupava a presidência da Cidasc desde fevereiro de 2021.

O Governo do Estado e servidores da Cidasc lamentam a perda prematura de seu presidente e prestam solidariedade a seus familiares nesse momento de luto e dor.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Homem é preso suspeito de tráfico de drogas em SC

A prisão do homem ocorreu na noite de sábado dia, 21, durante uma operação conjunta da Polícia Civil e Militar

Cinco suspeitos de tráfico de drogas são presos em SC

Prisões ocorreram por meio da "Operação Tarrafa" da Polícia Civil

SC monitora varíola do macaco após 90 casos confirmados em ao menos 12 países

Até o momento, não há registros de casos de varíola dos macacos no Brasil; vírus é semelhante ao da varíola humana, inclusive nos sintomas

Dívida de R$ 2 mil motivou tiros contra sargento da PM em SC

Policial Militar foi vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada do último sábado (21); quatro suspeitos foram presos